domingo, 17 de novembro de 2019
Busca

Política

Política

Após prisão de vereadores, Câmara de Santa Rita suspense sessão

A Operação Natal Luz teve apoio da Polícia Civil de Sergipe e do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul.

Por Redação Portal T5

11h18
Foto: Verinho Paparazzo/RTC

A sessão que ocorreria na Câmara de Vereadores de Santa Rita foi cancelada. A medida foi tomada após a prisão de 11 dos 19 vereadores da Casa. A informação é de Luciano Albino, procurador adjunto da Câmara de Vereadores do município.

“Teria uma sessão hoje, mas foi suspensa. Por enquanto temos que aguardar o resultado dos procedimentos iniciais do dia. Por ora, não temos nenhuma decisão definitiva. Depois da audiência de custódia, diante de situações concretas, é que nós poderemos traçar e ver – analisando o regimento interno da Casa e a Lei Orgânica do Município – como é que ficará o funcionamento da Casa.

Entenda o caso

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB) prendeu em flagrante na madrugada desta terça-feira (5) onze vereadores e um servidor público da Câmara Municipal de Santa Rita, na Grande João Pessoa.

A Operação Natal Luz teve apoio da Polícia Civil de Sergipe e do Ministério Público do Estado do  Rio Grande do Sul. De acordo com as investigações, os políticos são suspeitos de forjarem um congresso para justificar o deslocamento para a cidade de Gramado no Rio Grande do Sul, com o uso de dinheiro público.

A viagem ocorreu durante a programação do 'Natal Luz', evento com temática natalina realizado na cidade de Gramado (RS). As prisões em flagrante aconteceram às 3h, após o desembarque no Recife (PE) e o trajeto de volta para João Pessoa, próximo ao município de Mata RedondaVereadores e acompanhantes foram encaminhados para a Central de Polícia, no bairro do Ernesto Geisel.