Paraíba, terça-feira, 25 de junho de 2019
30° C
Busca

Política

Política

Pastor paraibano é escolhido para pasta voltada ao público LGBT no governo Bolsonaro

Na Secretaria de Proteção Global estarão também o combate à tortura, temas ligados à anistia e ao combate ao trabalho escravo.​

Por Redação Portal T5

07h21 - Atualizado 03/01/2019 às 08h03
Foto: Junior Valadares/CPIMW

O paraibano Sérgio Queiroz assumirá a Secretaria de Proteção Global do governo de Jair Bolsonaro. O pastor será responsável pelas ações voltadas ao público LGBT.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, fez o anúncio nessa quarta-feira (2) durante sua posse.

+ Bolsonaro assina MP que retira menção a LGBTs das políticas de Direitos Humanos

Segundo a ministra, não haverá mudanças na estrutura destinada ao encaminhamento de demandas da comunidade LGBT. “As demandas da comunidade LGBT nunca foram cuidadas por uma secretaria, sempre foram cuidadas por uma diretoria. E o presidente [Jair] Bolsonaro respeitou essa estrutura. Portanto, a comunidade LGBT continua com a estrutura que tinha no ministério”, disse.

Na Secretaria de Proteção Global estarão também o combate à tortura, temas ligados à anistia e ao combate ao trabalho escravo.

Sérgio é procurador da Fazenda, graduado em engenharia civil e de segurança, direito e liderança avançada, é mestre em filosofia e teologia e doutorando em ministério pastoral. Também é pastor da Primeira Igreja Batista do Bessamar e presidente da Fundação Cidade Viva.

Veja também:

Três pessoas são vítimas de bala perdida durante guerra de facções, em João Pessoa

Após sofrer três tentativas de homicídio, homem é morto a tiros em João Pessoa