TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º
Soltou o verbo

Deputado critica administração de Bayeux

"Agora, uso somente o meu gogó, uso somente minha voz pra dizer, pra atacar jamais", disse.

Por Redação Publicado em
ANDR AMARAL

Para o deputado federal André Amaral (PMDB), as práticas políticas devem ser reformuladas. O parlamentar comentou, pela primeira vez, sobre um áudio que seria do atual prefeito da cidade de Bayeux, Luiz Antônio (PSDB).

No suposto conteúdo, estava a frase “pra meter o cassete em André Amaral”. Após tomar conhecimento, o deputado refletiu sobre o contexto e aproveitou a entrevista no programa Tambaú Debate, da TV Tambaú, para comentar sobre o caso.

“A gente fica perplexo por defender a nova política. Quando eu entrei no mandato, eu ficava me perguntando, o que era representatividade? É fazer oque as pessoas querem fazer ou fazer que é necessário? E eu resolvi tomar o caminho de fazer o que era necessário. Mas, voltando ao assunto, a gente fica perplexo por ver um prefeito que recebeu uma prefeitura da forma que recebeu, um povo clamando por mudanças, o povo clamando pras coisas acontecerem, pra ver a prefeitura andar. Ele perder tempo da prefeitura, querendo usar da estrutura, querendo usar recurso público pra bater em um jovem deputado que está fazendo o papel dele. Sou pontual mas minhas discussões. Sou pontual naquilo que acredito, e se achar que está fazendo errado vou usar a tribuna pra dizer que está fazendo errado. Agora, uso somente o meu gogó, uso somente minha voz pra dizer, pra atacar jamais. Pra dizer aquilo que acho importante, aquilo que eu acho interessante e aquilo que a sociedade muitas vezes precisa de um político como porta-voz da sua vontade. Mas jamais usar a estrutura pública, usar recurso publico pra atacar quem quer que seja” disse.

Questionado sobre uma possibilidade futura de se candidatar à prefeitura de Bayeux, o parlamentar respondeu. “O futuro, a Deus pertence. Por enquanto, eu pretendo continuar representando o povo da Paraíba e poder trazer recursos. Bayeux precisa não só de recursos federais, mas precisa de uma administração que trate a cidade com respeito. Tem coisas tão simples e que muitas vezes uma poda de uma árvore, não tem limpeza. São coisas tão simples que um gestor poderia fazer”, completou.

Acompanhe outros detalhes no vídeo abaixo.



Relacionadas