Paraíba, segunda-feira, 16 de setembro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Operação Xeque-Mate

Roberto Santiago deve entregar passaporte e fará uso de tornozeleira eletrônica

Roberto teve a prisão preventiva revogada pelo ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF)

Por Carlos Rocha

17h15 - Atualizado 24/07/2019 às 17h27
Foto: Reprodução: TJPB

A juíza Higyna Josita Simões de Almeida estabeleceu medidas cautelares, em substituição à prisão preventiva do empresário Roberto Santiago, na tarde desta quarta-feira (24). Roberto teve a prisão preventiva revogada pelo ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia Mais: MPF pede afastamento de secretários da prefeitura de Campina Grande

O empresário terá que comparecer ao cartório entre os dias 20 e 30 de cada mês para justificar e informar as suas atividade. Ele também deverá se abster de manter qualquer tipo de contato com testemunhas, réus, colaboradores e demais atores da investigação. Ele não poderá deixar os municípios de João Pessoa e Cabedelo sem autorização judicial, além disso, deverá utilizar tornozeleira eletrônica.

Leia Mais: Suspeita de agredir crianças é presa em flagrante em Campina Grande

Entre as medidas estão também a entrega imediata do passaporte. Ele também não poderá sair de sua residência do intervalo das 19h às 5h, em dias úteis e as durante as 24 horas, em dias de folga. Roberto Santiago ainda não poderá realizar transações financeiras, a não ser as de manutenção básica mensal de família.

Leia Mais: Chuvas deixam Paraíba em 'estado de atenção' nas próximas 24h, diz AESA