Paraíba, domingo, 22 de setembro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Operação Xeque-Mate

Réus e testemunhas da 'Xeque-Mate' são ouvidos por juiz e MPPB analisa pedidos de revogação de prisões

A audiência terminou no início da madrugada desta quarta-feira (10), segundo a assessoria do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

Por Redação Portal T5

09h27
Foto: Divulgação/ TJPB

Todos os réus e testemunhas investigados na Operação Xeque-Mate já foram interrogados pelo juiz Henrique Jorge Jácome de Figueiredo, da 1ª Vara da Comarca de Cabedelo. A audiência terminou no início da madrugada desta quarta-feira (10), segundo a assessoria do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

Conforme o TJPB, houve pedidos da defesa para revogar a prisão preventiva dos réus e o juiz concedeu o prazo de cinco dias para o Ministério Público se manifestar acerca das solicitações.

+ "Me afastei de Deus e trouxe prejuízo a quem amo", diz Leto Viana em depoimento na Xeque-Mate

Denúncia - Os acusados, segundo as denúncias, integravam uma organização criminosa no Município de Cabedelo que teria sido responsável por vários episódios criminosos, dentre eles a compra e venda do mandato do ex-prefeito José Maria de Lucena Filho (Luceninha) e a sua consequente renúncia ao cargo; irregularidades na Prefeitura e na Câmara de Vereadores, com contratação de servidores fantasmas; e esquema de recebimento de dinheiro desviado do salário dos servidores municipais.

Constam ainda nas acusações outras irregularidades, como o financiamento de campanha de vereadores; atos de corrupção envolvendo a avaliação, doação e permuta de terrenos pertencentes ao erário municipal, que beneficiava diversas empresas, bem como ações ilícitas para impedir a construção do Shopping Pátio Intermares, com a distribuição de valores ilícitos para vereadores, com atuação pessoal de Leto Viana.

Veja mais:

Mulher é assassinada a facadas por ex-companheiro que depois comete suicídio na PB