terça-feira, 26 de maio de 2020
Busca

Portal T5

Polícia

Preso homem que matou jovem por tentar apaziguar briga no interior da PB

O crime ocorreu no último domingo (15), na cidade de Monteiro, interior da Paraíba, a 302 quilômetros de João Pessoa

Por Carlos Rocha

18h22
Foto: Arquivo / Verinho paparazzo / RTC

A Polícia Civil prendeu no final da tarde desta sexta-feira (20) um homem de 21 anos de idade, que é o principal suspeito de matar um jovem que tentou apaziguar uma briga, durante uma festa. O crime ocorreu no último domingo (15), na cidade de Monteiro, interior da Paraíba, a 302 quilômetros de João Pessoa.

O preso, que teve seu nome legalmente preservado pela Polícia, fo localizado por equipes do Grupo Tático Especial da Delegacia Seccional de Monteiro.

O suspeito teve a prisão preventiva decretada após investigações policiais apontarem que ele foi o autor do assassinato do jovem Leandro Morais da Silva, que possuía 29 anos de idade.

Ele foi morto com um golpe de faca quando tentava apaziguar uma discussão ocorrida entre o suspeito preso e outra pessoa. O crime causou comoção na cidade.

Segundo as investigações, os envolvidos
estavam participando de uma festa denominada popularmente no município
como “Pega de boi”. O evento ocorria em um sítio da zona rural de Monteiro.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o suspeito estava ingerind bebida alcoólica e passou a discutir com outra pessoa que estava presente na festa.

Durante a discussão, o jovem Leandro Morais tentou intervir para acalmar os ânimos, quando foi atingido pelo golpe de faca desferido pelo suspeito.

A vítima ainda chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. O agressor fugiu do local, mas passou a ser procurado pela Polícia e foi localizado nesta sexta (20). A arma usada no crime foi
encontrada na casa do preso e apreendida pela Polícia.

Durante interrogatório na delegacia, o suspeito confessou a prática do crime e narrou os detalhes de como tudo  aconteceu. Ele foi submetido a
exame de corpo de delito e encaminhado para a carceragem, onde irá aguardar audiência de custódia e transferência para unidade prisional.