segunda-feira, 30 de novembro de 2020
Busca

Portal T5

Polícia

Adolescente é baleado durante ação policial na PB e família dispara: "Confundido com bandido"

A Polícia Civil afirma que o caso aconteceu durante uma ação de cumprimento de mandado de prisão e que o baleado teria tentado tomar a arma do agente

Por Carlos Rocha

16h00 - Atualizado 21/10/2020 às 17h16
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um adolescente de 14 anos foi atingido por seis tiros na manhã desta quarta-feira (21), no bairro Três Irmãs, em Campina Grande. De acordo com a família, a vítima era aluno de uma escolinha de futebol e estava prestes a se apresentar em um clube do estado de Alagoas, o CSA. A família do adolescente alega que ele foi confundido com um bandido.

O pai narra que saiu com o carro de manhã e o pneu furou. Ele ligou para seu filho para que ele solicitasse os serviços de um borracheiro e o levasse até o local. Assim o adolescente fez e, enquanto ele caminhava ao lado do suposto borracheiro em direção ao carro, uma equipe de policiais abordou os dois. Assuntado o adolescente teria corrido e foi perseguido por um dos agentes. A família informou que os tiros ocorreram nesse momento.

O caso aconteceu durante uma ação policial que tinha como objetivo o cumprimento de quatro mandados de prisão, no Conjunto Ronaldo Cunha Lima. Os mandado eram contra um homem que morava na região.

Segundo a Polícia Civil, o homem, conhecido na região como "Mortes", foi localizado acompanhado de outro homem, caminhando em uma rua do bairro. Neste momento, os policiais abordaram os dois homens, dando voz de prisão "Mortes", certificando-o dos mandados de prisão em seu nome.

A Polícia Civil informou que, durante a voz de prisão, o segundo homem saiu correndo pela rua e invadiu uma residência de terceiros. Ele foi perseguido pelos policiais e um deles conseguiu alcançá-lo. A assessoria da polícia narra que o homem entrou em luta corporal com o agente de investigação, tentando tomar-lhe a arma.

Segundo a polícia, no embate, como forma de conter o suspeito e fazer cessar as agressões, o policial, mesmo caído ao solo, conseguiu atingir o suspeito com disparos de arma de fogo na perna. Em seguida o suspeito foi detido e socorrido pela equipe ao Hospital de Trauma de Campina Grande.

A Polícia Civil ressaltou que os mandados de prisão contra o principal alvo da ação foram cumpridos sem qualquer uso da força pelos agentes.

Leia também:

UFCG encerra inscrições de concurso com 5 vagas para professores; confira

Jovem de 18 anos é morta com tiro na cabeça, na PB; suspeito é o ex-namorado

Mulher é assassinada na frente da filha de 6 anos, na PB

Paraíba decreta calamidade pública por mais 180 dias