Paraíba, sábado, 21 de setembro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Polícia

Após um mês, mãe de torcedor morto no RN ainda cobra justiça: "Não tive mais saúde"

O crime aconteceu na cidade de Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte, onde o Belo jogou contra o Globo

Por Carlos Rocha

14h43 - Atualizado 13/09/2019 às 09h45
Foto: Duiliane Borges - RTC/ Reprodução Redes Sociais

Dia 11 de agosto foi um dia cinzento para a a dona Antônia Feliciano que há um mês não desfruta mais da companhia do filho, o torcedor do Botafogo-PB, Eduardo Feliciano. O crime aconteceu na cidade de Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte, onde o Belo jogou contra o Globo.

+ Incêndio em hospital no Rio de Janeiro  deixa ao menos 11 mortos

+ Bebê de dois anos mata a mãe ao fechar vidro de carro no pescoço dela

"Até agora não sei de nada, preciso de uma resposta. Queremos justiça porque meu filho não era bandido, ele era um homem de bem. A gente fica de mãos atadas sem ter o que fazer. A todo momento a gente se lembra dele. Desde que aconteceu isso não tive mais saúde", disse.

Ameaça de massacre em escola aterroriza pais e alunos na PB; delegado desmente

"Não se tira a vida de um ser humano assim nem, nem animal a gente mata. Tenho fé em Deus que a justiça vai ser feita"

A Polícia civil do RN disse ter dificuldade de conduzir o inquérito porque algumas oitivas são de pessoas que moram em João Pessoa, por esse motivo estão sendo feitas através de carta precatória. A delegada Karen Lopes disse que policiais e funcionários que estiveram no local no dia do jogo foram ouvidos. O laudo oficial do do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (ITEP-RN) ainda não foi concluído.

Polícia prende dupla com mais de 1200 papelotes de maconha, na Zona Sul de JP

Laudo Preliminar

Um laudo preliminar revelou que a causa da morte do torcedor de 27 anos foram lesões. De acordo com o diretor do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (ITEP-RN) foi encontrada uma laceração no coração do jovem, ocasionada por lesões corporais.

+ Mulher denuncia que filha de 13 anos era estuprada por padrasto em JP; suspeito está foragido

+ Saques do FGTS: Caixa inicia pagamento nesta sexta-feira (13)

Segundo o diretor, foram solicitados outros exames complementares que, juntos, devem ajudar a entender as circunstâncias da morte do torcedor paraibano.

Três casos de sarampo são confirmados em João Pessoa

"Na necropsia encontramos uma laceração no coração que causou uma hemorragia interna. No corpo foram constatadas algumas lesões. Solicitados exames toxicológicos para verificar a presença de drogas ou álcool no organismo da vítima", relatou.

Polícia prende mulher e apreende 15 pedras de Crack, na orla de João Pessoa

O Tenente Coronel Eduardo Franco, da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, revelou que um procedimento administrativo foi instaurado para investigar o caso, uma vez que laudo preliminar apontou a morte por lesão corporal. Ele revelou que a investigação deve analisar o contexto da ocorrência, se houve tentativa de invasão a fim de buscar a autoria das lesões.

Veja ainda: Vídeo: caminhoneiro flagra rapaz fazendo sexo com jumenta, em Campina Grande

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado!