Paraíba, segunda-feira, 16 de setembro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Polícia

"Acidente de trabalho", diz delegada sobre morte de policial em Campina Grande

Nercília Dantas, que está à frente do caso, deu detalhes da investigação

Por Carlos Rocha

14h02

A Polícia Civil deu informações sobre como andam as investigações sobre a morte do Cabo Lima da Polícia Militar, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (9), em Campina Grande. A delegada de homicídios da cidade, diz que a principal linha de investigação é tiro acidental.

A delegada revelou que o tiro aconteceu quando policiais tentavam conter um homem que estava em surto. Assustadas as pessoas ligaram para a polícia pensando se tratar de uma tentativa de assalto.

"Tudo tudo aponta, até esse momento, que foi um acidente de trabalho. Os policiais foram chamados para uma ocorrência de maior gravidade, que seria um assalto, um arrastão ali no Olegário Maciel. O que na verdade não era exatamente dessa forma, mas um rapaz em surto. As pessoas começaram a achar que ele tava querendo assaltar e ligaram várias vezes para a Polícia Militar informando que tava ocorrendo esse suposto assalto, significa que eles se dirigiram preparados para uma situação de maior perigo.

O crime é tratado como um homicídio culposo, quando não há intenção de matar, revelou a delegada.

"Ao chegarem no local não foi fácil imobilizar o rapaz, pois estava em surto e durante essa luta para imobilizar, acabou ocorrendo esse disparo. Foi um disparo que atingiu o policial, que faleceu. Essa arma longa estava nas costas do companheiro. Está descartado homicídio doloso".

O Cabo Lima foi sepultado no início da tarde desta terça-feira (10), em Campina Grande.