Paraíba, domingo, 22 de setembro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Polícia

Empresário é preso acusado de golpes de até R$ 200 mil em João Pessoa

Durante as buscas foram apreendidos computadores e documentos que comprovam o esquema.

Por Redação Portal T5

08h38 - Atualizado 09/09/2019 às 09h24
Foto: Divulgação/Polícia Civil da Paraíba

Um empresário do ramo de decoração foi preso, na tarde desse domingo (8), após ser investigado por fraudar contratos de crédito com nomes de clientes como avalistas, em João Pessoa.

Policial militar é morto com tiro na cabeça durante ocorrência em Campina Grande

Investigações apontaram que o investigado falsificava a assinatura das vítimas e recebia os valores dos bancos antecipadamente, mediante o pagamento mensal de boletos em nome dos clientes. De acordo com a Polícia Civil, o golpe foi descoberto porque os clientes começaram a ser cobrados por contratos que nunca firmaram com financeiras e bancos.

+ Empresário é preso acusado de golpes de até R$ 200 mil em João Pessoa

A polícia recebeu denúncias de nove vítimas, algumas delas cobradas por três contratos fraudados, mas já se sabe que muitas outras foram lesadas. Estima-se que o golpe tenha rendido aproximadamente R$ 200 mil, conforme as investigações.

+ Trabalho infantil: criança de 10 anos é encontrada esfolando animais em abatedouro da PB

Foto: Divulgação/Polícia Civil da Paraíba

Durante as buscas foram apreendidos computadores e documentos que comprovam o esquema, inclusive demonstrando o mesmo padrão de assinatura usado nos contratos fraudulentos. A loja estava desmontada para mudança.

A Delegacia de Defraudações e Falsificações segue investigando o crime e não descarta a possibilidade da participação de outras pessoas no esquema.

Veja mais:

+ Ex-MasterChef abandona carreira e exibe diploma da 'Le Cordon Bleu': "Uma honra"

+ Veja como estão Drew e Tonya, do seriado “Todo mundo odeia o Chris”, 10 anos depois

+ Celular explode e vítima sofre queimaduras graves, na orla de João Pessoa

+ Fogaça toma atitude após vazamento de vídeo íntimo na web; veja

+ Homem é acusado de esfregar órgão genital em meninas durante desfile cívico, na PB