Paraíba, terça-feira, 22 de outubro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Polícia

Crime contra auditor fiscal se assemelha ao caso Richthofen, diz delegado; ouça

O filho adotivo do auditor fiscal Paulo Germano Teixeira de Carvalho poderá perder o direito à herança.

Por Redação Portal T5

09h10

O delegado Hugo Hélder, titular da Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios), disse em entrevista à Rádio Jovem Pan João Pessoa que o filho adotivo do auditor fiscal Paulo Germano Teixeira de Carvalho poderá perder o direito à herança. Ele está sendo apontado como o autor intelectual do crime.

+ Audiência de custódia de suspeitos de matarem auditor fiscal deve acontecer nesta segunda (27)

Conforme o delegado, o crime se assemelha ao caso famoso no Brasil em que Suzane von Richthofen articulou a morte dos pais, em outubro de 2002. O casal Richthofen foi morto a pauladas enquanto dormia.

+ Filho adotivo do auditor fiscal planejava matar outros membros da família, diz polícia

“O grande objetivo dele, a motivação do crime, foi justamente a herança. Ele, na verdade, não se contentava com o que o pai lhe dava, que já era muito, como apartamentos, casas e com a liberdade de agir dentro do comércio. Ele, na tentativa de ficar com todo patrimônio do pai, tentou contra a vida do auditor”, disse.

Ouça:

carregando player...