Paraíba, quarta-feira, 21 de agosto de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Polícia

Preso homem suspeito de trocar aparelho de TV por sexo com menor, na Grande JP

Segundo a delegada, a ação era intermediada pela própria mãe da criança

Por Carlos Rocha

17h42 - Atualizado 27/06/2019 às 17h44
Foto: Walfredo Gaudêncio/ RTC

Foi preso na tarde desta quinta-feira (27), um homem, de 68 anos, suspeito de abusar sexualmente de menores de idade com o consentimento da mãe em troca de uma televisão. A voz de prisão foi dada ao suspeito após a delegada colher o depoimento dele. O crime aconteceu no distrito de Cicerolândia.

O acusado nega a autoria do crime. De acordo com o depoimento, ele teria emprestado a televisão à mãe das meninas e, após oito dias, teria pedido o aparelho de volta, já que e a esposa estaria com ciúmes. Segundo a delegada que ouviu o acusado, uma das vítimas chegou a citar o nome dele quando questionada quem tinha realizado o abuso.

Foto: Walfredo Gaudêncio/ RTC

A mulher de 45 anos, suspeita de aliciar sexualmente as próprias filhas, está sendo ouvida no Fórum de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa.

De acordo com a delegada Paula Monalisa, em entrevista ao Jornal da Manhã da Rádio Jovem Pan, o crime foi denunciado pelo Conselho Tutelar da região. Segundo os depoimentos, uma das meninas de 13 anos era vítima de exploração sexual há pelo menos quatro anos. As outras crianças têm nove e seis anos.

Após exames realizados no Instituto de Polícia Científica (IPC), foram detectados sinais de abuso também na menina de nove anos; a criança mais nova não apresentou comprovação de exploração sexual.

Ainda segundo a delegada, a família vivia em situação de extrema pobreza e sobreviva com a renda do programa federal Bolsa Família. O pai das meninas não mora com família e vive atualmente no município de Mari, no Brejo do estado.

Foto: Walfredo Gaudêncio/ RTC

O aparelho de TV

Em um dos casos um homem ofereceu um aparelho de TV em troca de relações sexuais com uma das meninas, mas a criança não aceitou. Em depoimento, a adolescente informou que já mantinha relações sexuais com um parceiro fixo de 17 anos, a quem chamou de marido. Segundo ela, o jovem cedia R$ 50 por mês, que eram repassados para a mãe.

Após a prisão da mãe, as meninas foram encaminhadas para um abrigo, junto a um irmão de 16 anos, que não possuía indícios dos mesmo crimes. Na Central de Polícia, a mulher aguarda audiência de custódia, marcada para esta quinta-feira (27), em Santa Rita.