Paraíba, segunda-feira, 22 de julho de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Polícia

Justiça torna réu suspeito de matar radialista em Campina Grande, na PB

Crime aconteceu no dia 30 de maio dentro de um restaurante na cidade

Por Redação Portal T5

22h26 - Atualizado 21/06/2019 às 05h01
Vítima assassinada a tiros, o radialista Joacir Oliveira
Vítima assassinada a tiros, o radialista Joacir Oliveira Foto: Reprodução/ Instagram

O homem suspeito de matar o radialista Joacir Oliveira Filho, de 35 anos, em Campina Grande, se tornou réu no processo. Ele foi denunciado pelo Ministério Público da Paraíba como o autor do crime que aconteceu no dia 30 de maio dentro de um restaurante.

A decisão é do juiz Bartolomeu Correia Lima, da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Campina Grande. Ele reconheceu as provas da materialidade do crime e os indícios da autoria por parte do suspeito.

Em liberdade, suspeito de matar esposa na PB recebe pensão e luta pelos bens, diz família

De acordo com o decreto, o motorista do suposto assassino também se tornou réu porque aparece em imagens dentro do restaurante ajudando o homem a sair do local.

Os advogados dos réus têm, a partir da decisão, 10 dias para apresentar defesa preliminar por escrito.

+Homens são presos por prática de violência doméstica e assalto no Sertão da PB

Depois que o Ministério Público for convocado para questões sobre os novos documentos apresentados, as audiências de instrução serão iniciadas.

Após ser atingido por um tiro no peito, Joacir Oliveira chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital de Trauma do município, mas não resistiu aos ferimentos.