Paraíba, sexta-feira, 23 de agosto de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Polícia

Polícia reconstitui duplo homicídio em assentamento do MST, na Paraíba

Além dos agentes, integrantes do movimento e do Ministério Público acompanharam o trabalho.

Por Cristiano Sacramento

21h34 - Atualizado 26/02/2019 às 22h18
O local onde o crime aconteceu foi isolado pelos investigadores
O local onde o crime aconteceu foi isolado pelos investigadores Foto: João Thiago / RTC

A polícia iniciou na noite desta terça-feira (26), a reconstituição do duplo homicídio registrado no acampamento Dom José Maria Pires, no município de Alhandra, litoral paraibano. O crime aconteceu no dia 8 de dezembro do ano passado e teve como vítimas fatais dois integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra na Paraíba (MST-PB). José Bernardo da Silva e Rodrigo Celestino foram assassinados dentro do acampamento.

Participaram da ação que prevê detalhar como o crime aconteceu representantes da Polícia Civil, do Ministério Público e do MST.

Era por volta das 19h da data descrita acima, quando dois homens encapuzados entraram na área e atiraram nas vítimas. Em nota, as direções do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra e do PT e do PSTU se solidarizaram com as famílias das vítimas e cobraram justiça para o caso. Instituições como a Confederação dos Trabalhadores da Agricultura (Contag), também se manifestaram.

Em entrevistas à imprensa na época, a delegada Roberta Neiva informou que a polícia não descartava nenhuma hipótese e que haviam indícios de que os executores conheciam o local onde o crime aconteceu.

Leia mais sobre o caso: Corpo de integrante do MST assassinado é enterrado, no interior da PB 

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado!

Para sugerir pautas, entre em contato com a redação pelo número (83) 9.8684-1874 e 3015-3741.