terça-feira, 10 de dezembro de 2019
Busca

Portal T5

Polícia

Funcionários de hotel baleados por psicólogo paraibano continuam internados

Os dois ficaram feridos depois de tentarem intervir enquanto o homem tentava agredir a ex-esposa no quatro do hotel.

Por Redação Portal T5

12h58 - Atualizado 04/12/2019 às 15h15
Reprodução/Internet

Os dois funcionários de um hotel que foram baleados por um psicólogo paraibano continuam internados. O fato aconteceu na noite desta terça-feira (3), na Zona Sul de Recife. 

As vítimas foram encaminhadas para o Hospital da Restauração e o estado de saúde deles é estável. Os dois ficaram feridos depois de tentarem intervir enquanto o homem tentava agredir a ex-esposa no quatro do hotel.

Um deles sofreu uma lesão na coluna, passou por exames e o estado de saúde é considerado estável. Já o outro, está consciente e orientado, conforme a assessoria do complexo hospitalar.

O caso 

Um psicólogo paraibano é o suspeito de atirar nos dois funcionários e agredir a ex-esposa, na noite dessa terça-feira (3), em um hotel no bairro de Boa Viagem, no Recife, capital pernambucana.

O casal, que estava separado há dez dias, veio à capital pernambucana acompanhado da mãe do psicólogo para uma consulta médica para o filho deles, que tem quatro meses.

Segundo a polícia, o homem, que trabalha em um tribunal de Justiça ainda não identificado, consumia bebidas alcoólicas, o que teria desagrado a mulher, que decidiu subir para o quarto onde estavam hospedados. Em seguida, o psicólogo e sua mãe também subiram. De acordo com a polícia, foi a partir desse momento que a mulher começou a ser agredida.

Os policiais disseram também que ao perceber as agressões, dois empregados do hotel foram até o quarto onde o casal estava hospedado para tentar impedir que a mulher fosse agredida e acalmar os ânimos dos envolvidos. Nesse momento, o suspeito sacou uma arma de fogo e atirou contra os funcionários, um segurança e um mensageiro.

Ainda de acordo com a polícia, ao descer do quarto, o psicólogo tentou atirar contra um terceiro funcionário do hotel, um chefe de cozinha. Ao sair do estabelecimento, o homem tomou um carro de assalto e, dessa vez, tentou atirar contra duas pessoas que estavam no veículo, mas não conseguiu. O psicólogo fugiu e ainda não foi encontrado pela polícia.

Por meio de nota, a Polícia Civil afirmou que a 3ª Delegacia de Polícia de Homicídios está investigando o caso, tratado como tentativa de homicídio contra os dois funcionários do hotel. A corporação disse ainda que a mulher que sofreu as agressões foi conduzida para a 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, em Santo Amaro, no centro expandido do Recife.

Veja mais: