sexta-feira, 13 de dezembro de 2019
Busca

Portal T5

Polícia

Divulgadas imagens de vereadores de Santa Rita, presos em operação, em passeios no RS; veja

Os parlamentares aparecem em pontos turísticos de Gramado e também no suposto congresso de fachada

Por Carlos Rocha

21h36 - Atualizado 17/11/2019 às 21h47
Foto: Reprodução/ TV Globo

Foram divulgadas imagens de alguns dos vereadores de Santa Rita, presos na 'Operação Natal Luz', em passeios no município de Gramado, no Rio Grande do Sul. A divulgação foi feita em uma chamada para uma reportagem do jornalístico global 'Fantástico'. Fotos e vídeos dos parlamentares em pontos turísticos e também no suposto congresso de fachada foram divulgados.

Em repescagem, paraibana levanta 93 jurados e garante vaga na semifinal de reality

A Operação

Onze vereadores e um servidor público da Câmara Municipal de Santa Rita, na Grande João Pessoa, foram presos durante a madrugada do dia 5 de novembro desse ano. O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB) realizou a prisão em flagrante depois do desembarque dos políticos no aeroporto na cidade de Recife, em Pernambuco.

Queda de avião em pista de resort matou jornalista de 37 anos

A Operação Natal Luz teve apoio da Polícia Civil de Sergipe e do Ministério Público do Estado do  Rio Grande do Sul. De acordo com as investigações, os políticos são suspeitos de forjarem um congresso para justificar o deslocamento para a cidade de Gramado no Rio Grande do Sul, com o uso de dinheiro público.

A viagem ocorreu durante a programação do 'Natal Luz', evento com temática natalina realizado na cidade de Gramado (RS). As prisões em flagrante aconteceram às 3h, após o desembarque no Recife (PE) e o trajeto de volta para João Pessoa, próximo ao distrito de Mata RedondaVereadores e acompanhantes foram encaminhados para a Central de Polícia, no Geisel.

Termo "magia negra" é cortado de música interpretada em reality da RecordTV; veja

Respondem em liberdade

No dia seguinte, 6 de novembro, a justiça determinou que os onze vereadores respondessem o processo em liberdade. A decisão foi da juíza Maria dos Remédios, da 2ª Vara Mista da Comarca do município, após audiência de custódia realizada no Fórum Juiz João Navarro Filho.

Também foi decretada a busca e apreensão de todos os computadores da Câmara Municipal de Santa Rita e que durante o processo, está proibida a participação dos vereadores em seminários, congressos e pagamento de diárias.

Filhote viraliza na web por semelhança com ursinho de pelúcia

Leia Mais: UFPB vai ofertar quase 8 mil vagas através do Sisu em 2020

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado! 

Adicione nosso WhatsApp: (83) 9 9142-9330.