segunda-feira, 18 de novembro de 2019
Busca

Portal T5

Polícia

Jurado do MasterChef descobre que babá de seus filhos integrava quadrilha de roubo e sequestro

Erick Jacquin chamou a polícia, que confirmou a informação, e a mulher foi presa

Por Carlos Rocha

13h52 - Atualizado 04/11/2019 às 15h28
Foto: Reprodução/ Instagram

O chef Erick Jacquin, de 54 anos, e a sua mulher Rosangela, de 42, foram surpreendidos neste domingo (3) com a notícia de que a babá que cuidava dos filhos deles se passava pela irmã e fazia parte de uma quadrilha envolvida com furtos e sequestros relâmpagos.

+ Ebserh abre concursos públicos com 2.464 vagas em todo o país

+ Barco encalhado há mais de 100 anos se move 50 metros nas Cataratas do Niágara

Segundo a polícia civil, além da falsa babá, foi preso um receptador de relógios de luxo, para quem ela vendeu as últimas peças furtadas. As prisões foi realizada pela equipe do 78º Distrito Policial.

+ Padre Fábio de Melo, Aline Barros, Damares e Fernanda Brum farão show gratuito em João Pessoa

+ Jurado do MasterChef descobre que babá de seus filhos integrava quadrilha de roubo e sequestro

As prisões fazem parte de uma operação chamada "Snatch", deflagrada para o cumprimento de mandados de prisão temporária e de busca e apreensão contra criminosos envolvidos em sequestros relâmpagos.

Segundo o portal UOL, a mulher foi presa em flagrante, enquanto “trabalhava” em uma casa que fica no Jardim Paulista, bairro nobre da zona oeste de São Paulo. Após o ocorrido, a assessoria de imprensa de Jacquin confirmou que ele foi uma das vítimas de Andrea Lopes, de 38 anos. O jurado foi alertado da ação da mulher por uma mensagem de texto.

+ Na PB: homem tatua rosto do autor do hit ‘Caneta Azul’

+ André Gomes quebra a perna em jogo no Campeonato Inglês; veja

O boletim de ocorrência continha o nome da autora dos crimes e a fotografia. Porém, por ela se apresentar com outro nome, a veracidade da informação gerou algumas dúvidas. Após instantes, a imagem foi analisada e descobriram que Andrea já tinha sido presa em janeiro deste ano, acusada do mesmo crime.

+ ‘Show dos atrasados do Enem’ não rende e gera memes; candidatos chegam quase 3h antes

+ Votação elege João Pessoa como melhor destino turístico entre as capitais do Brasil

A polícia confirmou que a mulher se apresentou com nome falso e realizou furtos. Além de roubar relógios, Andrea também usou um cartão de crédito de uma vítima para comprar passagens aéreas. Ela foi levada até a 78º DP e responderá por furto e falsa identidade. A polícia investiga para saber quantas vítimas ao todo foram feitas.

+ João Pessoa tem 358 vagas de trabalho nesta semana; confira a lista

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado! 

Adicione nosso WhatsApp: (83) 9 9142-9330.