Paraíba, domingo, 20 de outubro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Polícia

Empresário fotografou arma do crime antes de ser morto, diz polícia

“Olha quem eu vou pegar hoje. O Magiclim está mais armado e é ex-presidiário”, disse a vítima ao enviar a foto a um amigo

Por Carlos Rocha

22h45
Foto: Reprodução/ Facebook/ Divulgação - Polícia Civil

O empresário Aldeone Antunes, encontrado morto no dia 17 de setembro, na casa onde morava, tirou foto da arma que seria usada para tirar sua vida. A informação foi confirmada pelo delegado Braz Morrone, neste sábado (12), ao Portal T5.

De acordo com a investigação, o suspeito teria bebido com a vítima entes de assassiná-la. O homem, de 19 anos, foi preso na madrugada deste sábado (12) dentro de uma residência no bairro de Tibiri, em Santa Rita, na Grande João Pessoa.

Segundo a polícia, o suspeito estava com fuga programada. O suspeito é ex-presidiário e confessou o crime. Ele tem passagens por roubo. Ainda de acordo com a investigações, os dois teriam ido ao apartamento do empresário onde ingeriram bebida alcoólica.

Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Uma prova importante, que levou a polícia chegar até o ex-presidiário foi uma foto da arma e do suspeito, que foi enviada pelo próprio Aldeone para um amigo, momentos antes de morrer.

“Na mensagem o empresário disse: “Olha quem eu vou pegar hoje. O Magiclim está mais armado e é ex-presidiário”. Daí ele mandou foto do suspeito e da arma dele. Foi através dessa imagem que conseguimos chegar e prender o suspeito”, explicou o delegado.

Logo após enviar as mensagens, Aldeone teria ido dormir e então o suspeito, que estava armado, atirou na testa do empresário. Depois do assassinato, ele teria levado dois aparelhos de televisão e o veículo da vítima. O carro, inclusive, foi encontrado dias depois.

Imagens divulgadas pela polícia mostram o suspeito e uma escada que seria utilizada pelo homem no momento da fuga da residência e uma foto tirada pela vítima antes do crime acontecer. Neste último registro, aparecem o revólver utilizado no crime, uma lata de cerveja e outros objetos.

O suspeito deve passar por audiência de custódia na próxima segunda-feira (14), em João Pessoa.

Foto: Divulgação/ Polícia Civil