Paraíba, sexta-feira, 18 de outubro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Polícia

Novos exames são solicitados após laudo não concluir causa da morte de bebê na PB

A possibilidade da vítima ter sido morta por estrangulamento não está descartada.

Por Redação Portal T5

11h32 - Atualizado 08/10/2019 às 11h41
Sede do Instituto de Medicina Legal em João Pessoa
Sede do Instituto de Medicina Legal em João Pessoa Foto: Reprodução / Google Street View

De acordo com Cristiane Freire, chefe do Núcleo de Medicina e Odontologia (Numol) de João Pessoa, os exames realizados no corpo do bebê de apenas um mês de vida morto em Itabaiana não concluíram que a causa da morte é consequência de um estrangulamento. Em função disso, novos exames foram solicitados pela equipe médica.

O caso foi registrado na noite do último domingo (6). A criança deu entrada – já sem vida – no Hospital Arlinda Marques, em João Pessoa. No pescoço haviam sinais que os médicos suspeitaram de uma possível esganadura.

Em entrevista, a mãe da vítima detalhou os últimos momentos da criança com vida.“Eu dei de mamar, botei pra arrotar e pra dormir. Botei ele na cama, fui ao banheiro e quando voltei ele já estava passando mal. Chamei meu pai para ir ao hospital e quando chegou lá ele estava ficando branco e o coraçãozinho parando. Fomos transferidos pra cá e ele já chegou morto’.

Ainda de acordo com Cristiane, não há um prazo para a conclusão do laudo definitivo. O corpo do bebê foi liberado nesta terça e será entregue a família para realização do sepultamento.