Paraíba, terça-feira, 16 de outubro de 2018
26° C
Busca

Portal T5

Polícia

“Ele não sabia o que estava acontecendo”, diz esposa de pintor esfaqueado na PB

Familiares da vítima que está em estado grave no hospital de Trauma reivindicam justiça.

Por Redação Portal T5

12h41 - Atualizado 10/08/2018 às 14h37
O protesto aconteceu na Central de Polícia
O protesto aconteceu na Central de Polícia Foto: Reprodução / TV Tambaú

Familiares do filho de um pintor esfaqueado durante uma confusão, realizaram um protesto no início da tarde desta sexta-feira (10). A ação aconteceu na  Central de Polícia, no bairro do Geisel, na Zona Sul de João Pessoa.

A vítima se encontra internada em estado grave, no Hospital de Emergência e Trauma da capital. Em entrevista à imprensa, a esposa de Udenilson Silva, Carla Silva, clamou por uma resposta da justiça: “Onde estão as autoridades deste país? Pelo amor de Deus, nos ajudem. Pelo pelo amor de Deus que coloquem o assassino na cadeia”, afirmou.

O suspeito do crime é Alex da Silva, de 22 anos, que confessou a ação dois dias depois em depoimento na Central de Flagrantes. “Ele confessou. Hoje somos nós que estamos presos e ele está Souto”, completou Carla.

Relembre o caso

No último dia 12 de junho, o pintor Edmilson Silva, de 53 anos de idade, foi assassinado a facadas no bairro do Ernani Sátiro, em João Pessoa, enquanto realizava um serviço em uma residência. Seu filho, Udensilson Silva, trabalhava com o pai no momento do crime e também foi esfaqueado diversas vezes, estando internado em estado grave no Hospital de Trauma da capital desde então.

O principal suspeito, Alex da Silva Andrade, 22 anos, compareceu à Central de Flagrantes e prestou depoimento ao delegado Giovanni Jacomelli. Depois de ouvido, ele foi liberado. Caio Cabral, advogado do suspeito, informou que o rapaz confessou ter um relacionamento com a esposa de uma das vítimas.

"Ele confessa o crime e o motivo foi paixão. Em depoimento ele confessou. Agora está à disposição da justiça", explicou.

Leia mais sobre: Pintor é morto a facadas em tentativa de duplo homicídio; filho é socorrido em estado grave

Suspeito de ter matado pintor a facadas se apresenta à polícia e confessa crime

Filha de pintor assassinado a facadas na PB cobra justiça: "A minha vida acabou"