Paraíba, quarta-feira, 14 de novembro de 2018
22° C
Busca

Portal T5

Polícia

Polícia Federal retira 250 famílias de condomínio invadido em João Pessoa

O condomínio Vista Verde no bairro das Indústrias foi invadido antes da conclusão das obras.

Por Redação Portal T5

05h46 - Atualizado 12/07/2018 às 08h12

A Polícia Federal (PF) com apoio da Polícia Militar (PM) e Corpo de Bombeiros realizam uma operação de reintegração de posse no início da manhã desta quinta-feira (12) em João Pessoa.

O condomínio Vista Verde, residencial de propriedade do governo federal, no bairro das Indústrias foi invadido em 2017, antes da conclusão das obras. O empreendimento construído é do âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida.

De acordo com a Justiça Federal na Paraíba, a decisão judicial reforçou a necessidade de ser assegurada a integridade física de todos os envolvidos na operação, incluindo servidores públicos, ocupantes, partes e quaisquer outros que venham a acompanhar a ação.

A operação foi determinada após decisão liminar não ter sido cumprida (a liberação deveria ter ocorrido em 22 de maio) e de diversas tentativas de acordos e de ações de sensibilização, tais como como visitas e reuniões com os ocupantes do residencial.

Moradores são retirados de condomínio invadido no bairro das Indústrias em João Pessoa.
Moradores são retirados de condomínio invadido no bairro das Indústrias em João Pessoa. Imagem/ Amy Nascimento/ RTC

Desde o mês de abril, são realizadas visitas e reuniões sobre a situação do imóvel, em um trabalho conjunto com a Caixa Econômica Federal (CEF), Secretaria Municipal de Habitação Social (Semhab) e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes), com objetivo de motivar os moradores a desocupar pacificamente o local.

Ainda de acordo com a decisão judicial, a invasão do Vista do Verde está impedindo a conclusão da obra, dificultando a execução de programas de habitação social no estado da Paraíba financiados pela Caixa Econômica Federal, além prejudicar famílias que esperam por um imóvel em uma fila há mais de seis anos.

Para o acolhimento das famílias, que serão retiradas do local, os representantes da Semhab e da Sedes cadastraram todas  elas nos programas sociais de habitação e informaram os requisitos necessários à solicitação de auxílio-aluguel às que precisarem.

Representantes da Semhab e da Sedes já realizaram o cadastro/atualização das famílias nos programas sociais de habitação e informaram os requisitos necessários à solicitação de auxílio-aluguel aos que precisarem.