TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º
em João Pessoa

Caso Alph: acusada de matar estudante é condenada a 17 anos de prisão

Clayton Thomaz de Souza, conhecido como Alph, foi assassinado em fevereiro de 2020

Por Redação Publicado em
Alph4
Alph foi morto com um tiro em João Pessoa (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal/Genoveva Souza)

Foi concluído nesta terça-feira (16) o julgamento de Selena Samara Gomes da Silva, acusada de matar o estudante Clayton Thomaz de Souza, conhecido como Alph, em João Pessoa. Ela foi condenada a 17 anos de prisão pelo assassinato do jovem, que aconteceu em fevereiro de 2020.

O segundo acusado do crime, Abraão Avelino da Fonseca, será julgado separadamente após recorrer da pronúncia do Ministério Público.

Conforme o processo, a motivação do crime tem relação com um 'triângulo amoroso', isso porque Selena Samara também manteria um relacionamento com Abraão Avelino. Ainda de acordo com o documento, Selena e Abraão "efetuaram um disparo de arma de fogo, que deu causa à morte de Clayton. Em seguida, colocaram o corpo no porta-malas do carro de Selena e o abandonaram em um terreno que dá acesso à Praia de Gramame”.



Relacionadas