TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º
Calor intenso

Estudantes fazem protesto e pedem ar-condicionado em escolas de João Pessoa

Mobilizações ocorreram nas escolas Professor Paulo Freire, no bairro João Paulo II, e Padre Hildon Bandeira, na Torre

Por Redação Publicado em
Alunos reclamam do calor
Alunos reclamam da falta de estrutura nas escolas (Foto: Reprodução/TV Tambaú)

Estudantes fizeram protestos, na manhã desta quinta-feira (7), contra a ausência de aparelhos de ar-condicionado nas salas de aula de duas escolas da rede estadual, em João Pessoa

As mobilizações ocorreram nas escolas Professor Paulo Freire, no bairro João Paulo II, e Padre Hildon Bandeira, na Torre.

João Pessoa tem registrado altas temperaturas nas últimas semanas e estudantes e professores reclamam que o calor no interior das salas tem prejudicado as atividades escolares.

"Desde a fundação dessa escola estamos sem ar-condicionado. Também não temos ventiladores bons. Alguns não funcionam e outras salas nem tem mais ventiladores. Os alunos estão tendo que trazer ventiladores das suas próprias casas. Esse calor está atrapalhando nossa educação e está cansando também os professores. Isso dificulta muito nossa atenção", informou a estudante Maria Eliza, à TV Tambaú.

Assista ao vídeo abaixo:

O que diz o Estado

Em nota, a Secretaria de Estado da Educação (SEE) disse que enviou uma equipe à Escola Padre Hildon Bandeira para verificar a situação dos aparelhos de ar-condicionado.

"A equipe irá avaliar se será preciso instalação de subestação ou se apenas um aumento de carga ou mudança de padrão será suficiente para atender as necessidades, e, consequentemente, agendar, de acordo com cronograma, a instalação dos ares condicionados para melhoria do conforto térmico para estudantes e profissionais", diz o comunicado.

A SEE ainda não se manifestou oficialmente sobre a situação na Escola Professor Paulo Freire.



Relacionadas