TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º
Tribunal Regional Federal

Justiça concede liminar e Caio da Federal retorna à PF

O bolsonarista foi demitido pelo ministro da Justiça, Flávio Dino, no último dia 16 de junho.

Por Rinaldo Pedrosa Publicado em
Bolsonarista havia sido demitido pelo ministro Flávio Dino em junho
Bolsonarista havia sido demitido pelo ministro Flávio Dino em junho (Foto: Arquivo Pessoal)

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região concedeu uma liminar para reintegrar o ex-candidato a deputado Federal Caio Marcio Angelo de Sousa, conhecido como 'Caio da Federal' ao quadro da Polícia Federal da Paraíba. O bolsonarista foi demitido pelo ministro da Justiça, Flávio Dino, no último dia 16 de junho.

Na ocasião, o ministro explicou que a decisão foi tomada porque Caio da Federal usou do cargo “com o fim, ostensivo ou velado, de obter proveito de natureza político-partidária, para si”.

Anteriormente o pedido da defesa de Caio da Federal já havia sido negado por um juiz federal  da 1ª Vara da Paraíba. No novo entendimento, o desembargador federal explicou que não há nexo de causalidade entre a conduta do servidor no contexto da propaganda eleitoral e as funções por ele desempenhadas como Agente de Polícia Federal.

Em 2022, Caio concorreu ao cargo de deputado federal e recebeu 6.850 votos, ficando na segunda suplência do PL, não sendo eleito.

Leia também:



Relacionadas