TV Tambaú
Jovem Pan
Nova Brasil Maceió
º
EM CAMPINA GRANDE

Polícia apreende celular e computador de suspeito de planejar ataque a escola na PB

Busca e Apreensão foi realizada na manhã desta terça-feira (11)

Por Rinaldo Pedrosa Publicado em
Operação Revelatio prendeu duas pessoas nesta sexta (11)
Operação Revelatio prendeu duas pessoas nesta sexta (11) (Foto: Reprodução/Polícia Civil)

A Polícia Civil, em parceria com o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), efetuou, nesta terça-feira (11), um mandado de busca e apreensão na casa de um adolescente suspeito de planejar ataques a uma escola, em Campina Grande, no Agreste da Paraíba.

Em vídeo, o delegado João Ricardo afirmou que foram apreendidos celulares e notebooks do garoto. Ainda disse que a ação faz parte de um movimento nacional, chamada 'Operação Guardião', criada para combater esse tipo de crime. "Não é porque você está no anonimato que vai cometer qualquer tipo de crime. Nós temos meios e estamos indo atrás de todos os perfis que comete crimes cibernéticos", informou.

Confira o vídeo divulgado

Outro caso

Em Guarabira, no Brejo paraibano, equipes da PM foram acionadas após o alarme de que um suposto ataque aconteceria em uma unidade participar de ensino. No entanto, a mãe de uma aluna informou que a filha, ao lado de outra adolescente, estaria por trás da elaboração de perfis nas redes sociais com informações falsas sobre o possível ato criminoso.

Em nota, o Colégio da Luz informou que “as providências administrativas e legais já foram tomadas”. A instituição, no entanto, disse que não detalhar o ocorrido pois esse tipo de “ato irresponsável não deverá ser propagandeado ou exposto”.

A Secretaria de Segurança e da Defesa Social (Sesds), também informou que segue monitorando as redes sociais e encaminhará, para as delegacias especializadas, demandas sobre investigações a respeito de atos semelhantes a terrorismo no estado.

Operação em conjunto

A operação força-tarefa com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco),  Ministério Público, além da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar. O Sistema de Inteligência Estadual trabalha em parceria outras agências de Inteligência do Brasil, Ministério da Justiça e da Segurança Pública. Há participação também de empresas que gerenciam redes sociais no país.

Onde denunciar?

Em caso de ameaça de terrorismo, o denunciante deve procurar os números 190 (Polícia Militar) e 197 (Polícia Civil). Ambos os serviços são gratuitos e funcionam 24h.

Leia também:



Relacionadas