quinta-feira, 29 de outubro de 2020
Busca

Paraíba

Paraíba

"Tinha sonho de ser PM", conta pai de soldado executado a tiros

Túlio Godoy, de 29 anos, deixou duas filhas

Por Redação Portal T5

14h54 - Atualizado 06/09/2020 às 16h15
Foto: Reprodução/Redes Sociais

“Tinha o sonho de ser PM”, conta o pai de Túlio Barros Godoy Calado, soldado da Polícia Militar assassinado nesse sábado (05), no bairro do Valentina, em João Pessoa. A Polícia Civil investiga o caso.

Pai da vítima, Robson Godoy contou à TV Tambaú que apesar do filho sonhar com a função, ele sabia do risco que corria ao estar em ação. O policial, de 29 anos, morreu em um dia de folga, acompanhado de amigos, em frente a sua residência. Ele deixou duas filhas.

Robson, que também é policial, contou que o filho quis seguir seus passos. "Eu só podia dar força e apoiar", afirmou. O sargento da PM foi avisado do ataque quando o filho estava indo para o Hospital de Emergência e Trauma e soube da morte momentos depois.  "Uma dor muito grande", relatou.

Agora, ele pede justiça. "Acredito que a polícia está se empenhando e vai achar os acusados", finalizou.

+ Motociclista morre em acidente no Centro de João Pessoa

Além de Robson, uma jovem de 19 anos, identificada como Allana Drelayne foi assassinada. Ela morreu no Hospital Municipal do Valentina.

A Polícia acredita que o ataque teve como alvo o policial, o que configura a execução. A motivação do crime e as pessoas envolvidas estão sendo investigadas.

+ Polícia encontra carro usado para executar PM e roupas sujas de sangue