segunda-feira, 10 de agosto de 2020
Busca

Paraíba

Paraíba

Campina Grande volta a receber voos da Azul a partir da próxima segunda (3)

Os voos, com frequências diárias, serão realizados com as aeronaves modelo ATR 72-600, que podem transportar até 70 Clientes.

Por Redação Portal T5

13h37

A empresa Azul volta a voar para Campina Grande, na Paraíba, a partir da próximo segunda, dia 3 de agosto. Um dos principais polos industriais do Nordeste, a cidade paraibana passará a ter voos diários para Recife, São Paulo (Congonhas, Guarulhos e Viracopos), Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza, São Luís, Maceió, Natal, Aracaju, Petrolina, Juazeiro do Norte e Belém.

Os voos, com frequências diárias, serão realizados com as aeronaves modelo ATR 72-600, que podem transportar até 70 Clientes.

+ São João de Campina Grande é cancelado

+ Mulher salva filha de 2 anos antes de ter carro levado em assalto, na PB

+ Boticário abre vagas de emprego em seis capitais; confira

Além de Campina Grande, desde 13 de julho, a capital João Pessoa voltou a contar com voos diretos para o destino pernambucano, ampliando a oferta de voos na região. Vitória da Conquista (BA), Presidente Prudente (SP), Dourados (MS) e Governador Valadares (MG), no dia 3, Juiz de Fora (MG), no dia 17, e Ilhéus (BA) e Joinville (SC), no dia 18 de agosto, também serão novamente conectadas com o Brasil e o exterior por meio das frequências regulares da companhia.

Sanitização

A bordo da aeronave, kits com luvas, álcool em gel e lenço umedecido estão à disposição para uso dos Clientes e dos Tripulantes da Azul quando necessário. A companhia também tem utilizado descontaminantes bactericidas que contam com um princípio ativo que elimina o vírus da COVID-19 em 99,99% dos casos.

Com o produto e a limpeza dupla nos assentos, mesinhas, bolsão, banheiros, encosto de cabeça, cinto de segurança, janela, paredes e compartimentos superiores, a Azul vem atendendo todas as normas de procedimento de limpeza e desinfecção sugeridas pela Anvisa. O serviço de bordo passou a ser realizado ao final do voo, garantindo o uso da máscara durante toda a viagem, e o desembarque agora é realizado por fileiras, evitando as costumeiras aglomerações no corredor no momento de saída da aeronave.