quarta-feira, 05 de agosto de 2020
Busca

Paraíba

Paraíba

Instituições desmentem denúncia envolvendo despejo de detritos por limpadora de fossas em rio

Semam e Sudema afirmaram que, na verdade, o procedimento era pra retirar detritos do Rio Gramame.

Por Redação Portal T5

14h14 - Atualizado 13/02/2020 às 14h36
Imagens gravadas por denunciante foram desmentidas por instituições
Imagens gravadas por denunciante foram desmentidas por instituições Fotoframe: Reprodução / WhatsApp

Um vídeo que circula nas redes sociais desde ontem (terça-feira, 12) em que um homem denuncia o suposto despejo de detritos por parte de uma limpadora de fossas no Rio Gramame, na Grande João Pessoa, foi desmentido e esclarecido pelas instituições necessárias.

A Secretaria de Meio Ambiente de João Pessoa (Semam) e a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) afirmaram que, na verdade, o que estava acontecendo era o procedimento inverso: a retirada de resíduos despejados por uma empresa no local.

Confira o comunicado da Semam

“Os fiscais da Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de João Pessoa estiveram na empresa Limparaíba que explicou que o que está sendo feito no Rio Gramame é a retirada de resíduos de papelão. A Limparaíba foi contratada pela Conpel, para retirar resíduos de papelão que foram despejados de forma irregular no Rio Gramame. Os técnicos da Semam verificaram as notas fiscais da empresa Limparaíba, que informou ainda que o serviço feito no Rio Gramame tem supervisão do Ibama e Sudema”.

Veja agora a nota da Sudema

“A Sudema esclarece que a ação realizada pela Limparaíba Limpadora e Desentupidora Paraibana Ltda. no Rio Gramame, na tarde desta quarta-feira (12), consistiu na retirada dos resíduos despejados pela Conpel no último mês de dezembro, procedimento que foi acompanhado de perto por esta autarquia. Ressaltamos ainda que as mensagens que vêm sendo compartilhadas via redes sociais acusando a empresa de despejar dejetos no rio são inverídicas”.

Leia mais: Chuvas intensas devem atingir quase 130 cidades da Paraíba, diz Inmet

Possível caso de coronavírus é investigado no RN

Crime tem características de execução, diz polícia sobre corpo encontrado em mangue de JP

ALPB suspende atividades durante 14 dias para realizar reparos em ar-condicionado

Em crise, venezuelanos refugiados pedem socorro em João Pessoa

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado! 

Adicione o WhatsApp do Portal T5: (83) 9 9142-9330.