sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020
Busca

Paraíba

Paraíba

Dia Mundial do Rádio promove incentivo à diversidade e inclusão nesta quinta-feira (13)

Há 74 anos, houve a primeira emissão de um programa da Rádio das Nações Unidas com a transmissão propagada simultaneamente para seis países.

Por Lillyane Rachel

12h08 - Atualizado 13/02/2020 às 12h25
Daniel Lustosa e Cláudia Carvalho, apresentadores do Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan.
Daniel Lustosa e Cláudia Carvalho, apresentadores do Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan. Foto: Dennison Vasconcelos/RTC

A fim de conscientizar grupos radiofônicos e rádios comunitárias sobre a importância de contribuir para o acesso à informação, o Dia Mundial do Rádio é comemorado nesta quinta-feira (13).

Este ano, o tema para celebrar a data é "Rádio e Diversidade" a fim de tornar evidente a possibilidade de promover a diversidade e a oportunidade para que várias vozes possam interagir, serem representadas e ouvidas.

No dia 13 de fevereiro de 1946, houve a primeira emissão de um programa da Rádio das Nações Unidas com a transmissão propagada simultaneamente para seis países. A partir disso, o rádio passou a acompanhar e contribuir para os principais acontecimentos históricos em esfera mundial.

A apresentadora do Jornal da Manhã, Cláudia Carvalho, ressalta a importância desse meio de comunicação e a capacidade de adaptação com o avanço tecnológico. "Com o advento da internet, o rádio soube absorver essa ferramenta para ampliar o seu conteúdo. Isso proporcionou uma interação muito forte com os ouvintes, dessa forma, as pessoas se sentem cada vez mais próximas", pontuou. 

Daniel Lustosa, também apresentador do Jornal da Manhã, define o rádio como "companhia". "Ele sempre está acompanhando as pessoas para qualquer lugar e nunca vai deixar de existir. Hoje, o rádio é multiplataforma e a tendência é que se firme cada vez mais na história da comunicação", destacou.