segunda-feira, 30 de novembro de 2020
Busca

Paraíba

Paraíba

Depressão afeta mais de 200 mil na Paraíba

Rede de cuidados em saúde mental apoia e trata diagnosticados

Por Redação Portal T5

08h18 - Atualizado 22/11/2020 às 10h26

Cerca de 226 mil paraibanos receberam o diagnóstico de depressão por profissional de saúde mental, conforme estimado no quarto módulo da Pesquisa Nacional de Saúde 2019, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Entre a população de 18 anos ou mais do estado, o número representa cerca de 7,6% dos habitantes.

Depressão: luta contra doença é diária

Mais comum entre mulheres (10,7%) do que entre homens (3,9%), o diagnóstico de depressão identificado por profissional também é mais frequente em pessoas situadas na faixa etária de 60 a 64 anos (10%), 65 a 74 anos (9,5%) e de 30 a 59 anos (8,9%). Entre os níveis de instrução, os grupos em que há maior ocorrência são formados por aqueles que têm ensino fundamental completo e médio incompleto (8,2%), assim como pelos que não têm instrução ou têm nível fundamental incompleto (8,1%).

Do total dos que têm esse diagnóstico no estado, 22,8% fazem psicoterapia, indicador maior que as médias nacional (18,9%) e regional (19,6%) e o 7º maior entre todas as unidades da federação. Aproximadamente 49,1% usaram medicamento para depressão nas duas semanas que antecederam a entrevista, percentual que também ficou acima dos resultados do país (48%) e da região (44,4%).

Além disso, cerca de 17,3% da população paraibana adulta, que tem diagnóstico de depressão, possui grau intenso ou muito intenso de limitações nas atividades habituais devido a essa condição, percentual maior que a média do país (12,1%) e igual ao da região (17,3%).

Serviços de acolhimento e tratamento para pessoas em sofrimento psíquico: 

  • CVV - Disque 188 ou acesse cvv.org.br (funciona 24 horas)
  • Corpo de Bombeiros - Disque 193 (para emergências/tentativas de suicídio)
  • Projeto de Suporte Psicológico - WhatsApp: (83) 99146-2469
  • Ambulatório de Saúde Mental Gutemberg Botelho - Rua: Dom Pedro II, 1826 – Torre/ João Pessoa | Contato: (83) 99108-2895
  • Caps Regional AD III Jovem Cidadão - Rua Safra Said Abel da Cunha, 326 – Tambauzinho/ João Pessoa | Contato: (83) 3218-5902
  • Espaço de Atenção à Crise/Serviço de urgência e emergência - Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira | Endereço: Rua: Dom Pedro II, 1826 – Torre/ João Pessoa | Contato: (83)3211-9820
  • Caps III Caminhar - R. Paulino Santos Coelho, s/n Bairro: Jardim Cidade Universitária - fone: 3218 – 5914 / 7008. Atendimento 24 hrs, demanda espontânea e referenciada (referencia inicial para o suicidio acima de 18 anos).
  • Caps III Gutemberg Botelho - Av.: Minas Gerais,409, Bairros dos estados fone:3221-6700. Atendimento 24 hrs, demanda espontânea e referenciada.
  • Caps-AD III David Capistrano - Localizado: R:.José Soares, s/n bairro: Rangel – fone: 3218 – 5244. Atendimento 24 hrs, demanda espontânea.
  • Caps i Cirandar - R: Gouveia Nóbrega, s/n bairro: Roger – fone: 3214 – 6079. Atendimento segunda a sexta das 8:00 as 17:00 hrs, demanda espontânea e referenciada ( referencia para o suicidio até 18 anos).
  • Complexo Hospital Municipal Tarcísio Burity – Ortotrauma: R.: Agente Fiscal Jose Costa Duarte, s/n – fone: 3214-3291 (atende demanda de urgência e emergência – 24 horas).
  • Pronto de Atendimento de Saúde Mental – Pasm - R. Agente Fiscal Jose Costa Duarte, s/n – fone; 3214-3291 (atende demanda de urgência e emergência – 24 horas).
  • Hospital Municipal Valentina de Figueiredo: Av. Mariângela Lucena Peixoto, Valentina I, fone – 3218-9404 (atende demanda infanto-juvenil até 14 anos).