sexta-feira, 17 de janeiro de 2020
Busca

Paraíba

Paraíba

Artistas transformam comunidade da Paraíba em galeria a céu aberto

De forma voluntária, os profissionais devem construir uma galeria a céu aberto, entre os dias 20 e 30 de janeiro, fomentando o desenvolvimento cultural, econômico e social dos moradores na cidade de Areia.

Por Lillyane Rachel

11h05 - Atualizado 16/01/2020 às 12h23
A lenda da Cobra Grande de Jacareí
A lenda da Cobra Grande de Jacareí Foto: Guataça Monteiro

A fim de contribuir para o desenvolvimento da arte, 12 artistas de 5 estados brasileiros se reuniram para realizar o Projeto Galerias na comunidade rural Chã de Jardim, na cidade de Areia, na Paraíba.

De forma voluntária, os profissionais devem construir uma galeria a céu aberto, entre os dias 20 e 30 de janeiro, fomentando o desenvolvimento cultural, econômico e social dos moradores do local.

Guataçara Monteiro, artista plástico do Pará e idealizador do projeto, contou ao PortalT5 sobre a importância dessa iniciativa. "Percorrendo o país, observei a necessidade de levar artes plásticas as pessoas que têm dificuldade de acesso à museus e galerias. É a nossa forma de contribuir pela difusão e educação artística do nosso povo", declarou.

Através de pintura mural, grafite, colagem com reaproveitamento de materiais, os artistas buscam contribuir para a educação artística e alcançar todos os públicos. "Hoje o nosso país vive uma deficiência na arte e é fundamental enxergá-la como possibilidade para o crescimento humano e para a cultura. Acredito que a arte tem esse papel", declarou João Paulo Pessoa, também artista do projeto.

Ele ressaltou ainda que uma das propostas é levar a arte as pessoas de forma acessível. "É a primeira vez do Projeto Galerias nessa comunidade da Paraíba, queremos mostrar que a arte é possível em todos os lugares e ainda poder influenciar de forma turística fomentando a economia local", acrescentou.

Arte de Bruno Brito
Arte de Bruno Brito Foto: Galeria

Entre os artistas, estão: o paraibano Clóvis Júnior, um dos principais nomes da Arte Naif da América Latina; Vespa, grafiteiro com reconhecimento mundial; além dos artistas Douglas Reis (SP), Perron Ramos (PE), Dennis Mota (PB), Guilherme Mendicelli (SP), Márcio Bizerril (PB), Bruno Brito (SP), Eliana Chaves (AM), Walfredo de Brito (PB) e Guataçara Monteiro (SP).

A fotógrafa Amanda Mello (PA), além de registrar o processo, produzirá um documentário que será veiculado nas mídias sociais a partir de maio de 2020, com o objetivo de estimular mais projetos desta natureza.

De acordo com a líder comunitária de Chã Jardim, Luciana Balbino, vários moradores da comunidade, que tem cerca de 200 famílias, já se organizaram para acompanhar de perto a realização dos trabalhos, permitindo um intercâmbio cultural entre os artistas e a população local.

Muitos de nós nunca visitamos uma galeria ou tivemos contato mais próximo com a arte. Vamos ganhar culturalmente e também economicamente, porque vamos atrair ainda mais turistas, estimulando a economia sustentável de nossa comunidade”, declarou.