Paraíba, quinta-feira, 18 de julho de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Vídeo: polícia faz alerta para novo tipo de golpe pela internet identificado na Paraíba

As queixas vêm sendo registradas pela Delegacia de Defraudações e Falsificações da Capital.

Por Redação Portal T5

11h17 - Atualizado 12/07/2019 às 17h42
Delegacia de Defraudações
Delegacia de Defraudações Imagem: Reprodução / Whatsapp


A Polícia Civil da Paraíba identificou nova modalidade de golpe que vem sendo praticado e causando prejuízos em João Pessoa. De acordo com o delegado Carlos Othon, a fraude envolve compra e venda de veículos usados e anunciados na internet. "Estelionatários de outros Estados, principalmente Mato Grosso do Sul e São Paulo, estão se passando por interessados em comprar veículos anunciados em João Pessoa" , afirmou.

O delegado explicou que a fraude acontece da seguinte forma: o cidadão divulga a venda de seu veículo em um site de anúncios na internet. Ao ver o anúncio, o criminoso faz contato com o proprietário do carro e garante a compra do veículo.

Porém, ele conta uma história fictícia e informa que pagará o valor combinado, mas o veículo será entregue a outra pessoa que irá ao local analisar o carro. "Geralmente, o estelionatário conta que vai entregar o carro como pagamento de uma dívida que possui com alguém em João Pessoa . Ele ganha a confiança do proprietário e o consegue manter a farsa", detalha o delegado.

+ Após assalto a farmácia, suspeito entra em ônibus e é detido em João Pessoa

Após conseguir a confiança da vítima, o estelionatário pede que ela retire o anúncio da internet, sob o pretexto que o veículo já está negociado. "Nesse momento, entra a segunda fase do golpe. O estelionatário já fez cópia do anúncio e das imagens do veículo. Ele publica novamente o anúncio, colocando seu próprio número de contato e se passando por dono do carro ".

 Neste segundo anúncio feito, desta vez, fraudulento, o estelionatário divulga a venda do carro por um preço bem inferior ao praticado no mercado. "Quando aparece algum interessado em comprar esse veículo, ele conta outra história fictícia e o encaminha ao local onde o veículo se encontra ".

Nesse momento , tanto o real proprietário do carro, quanto o interessado na compra já estão enganados. "Eles são orientados pelo estelionatario a mentir um para o outro, para que não descubram o golpe em andamento".

"Após aprovar o carro, o interessado na compra é convencido a depositar o dinheiro na conta bancária do estelionatário", completa Othon. Somente após alguns dias, é que o golpe é descoberto. "Tanto o dono do veículo quanto o interessado na compra agem de boa fé, mas são enganados por um criminoso que está em outro Estado", afirma o delegado.

Esse tipo de fraude já vem sendo combatida pela Polícia Civil da Paraíba, que chegou a deflagrar neste ano a operação E-Golpe. Pessoas suspeitas de praticar esse tipo de fraude foram presas. No entanto, o delegado observa que as prisões foram permitidas porque os criminosos estavam em João Pessoa.

"Agora, estamos percebendo que os estelionatários são de outros Estados, o que dificulta o nosso trabalho. Como o dinheiro é depositado em contas bancárias de outros Estados, a investigação é iniciada na Paraíba, mas encaminhada para o local onde foi concluída a fraude", declarou. Apesar da dificuldade, a Polícia Civil está investigando a ação desse tipo de crime em João Pessoa. Mas reforça que a população adote cuidados na hora de fechar negócios por meio da internet.

Desconfiar sempre de valores muito baixos aos praticados no mercado e se certificar que está negociando com o legítimo dono do veículo ou seu representante legal são algumas recomendações policiais. Em caso de dúvida ou suspeita de que está lidando com um criminoso, a polícia recomenda procurar a equipe da DDF/JP, na Central de Polícia, no bairro do Geisel.

Leia mais: Criança de 7 anos deve passar por cirurgia para reconstituição de couro cabeludo; mãe é investigada por tentativa de homicídio

+ Vídeo: CREA investiga causa do desabamento na Torre

Corregedoria da PM pede sindicância em caso de policial acusado de repassar informações a criminosos

+ Divulgado edital para concurso do IBGE com 400 vagas e salários de R$ 4.200

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado!