Paraíba, segunda-feira, 15 de julho de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Agente da PRF segue em estado grave e deve fazer nova cirurgia

Ela ficou gravemente ferida após se envolver em um acidente em Mata Redonda, Litoral Sul da Paraíba

Por Carlos Rocha

13h19 - Atualizado 11/07/2019 às 14h33
Foto: Reprodução

Ainda é grave o estado de saúde da agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) envolvida em um acidente na manhã da última quarta-feira (10), na região de Mata Redonda, Litoral Sul da Paraíba. Renata Maia Pimenta sofreu politraumatismo e lesões em várias partes do corpo.

Logo após o acidente a agente foi socorrida para o hospital de emergência e trauma de João Pessoa. Segundo a unidade hospitalar, ela teve que fazer uma cirurgia para a retirada do baço, a fim de evitar uma hemorragia interna.

Uma campanha com a finalidade de conseguir doadores de sangue foi realizada nas redes sociais para que os procedimentos fossem realizados. No entanto, nesta quinta-feira (11), foi divulgado pelo hospital que ela precisa fazer nova cirurgia.

O acidente

De acordo com informações da PRF, a agente foi fazer uma manobra para acessar a rodovia, quando foi surpreendida por um caminhão, que bateu no veículo. O acidente aconteceu por volta das 11h da manhã.

A agente foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) do município de Alhandra. recebeu os primeiros atendimentos no local e, em seguida foi transferida para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

De acordo com Keilla Melo, inspetora da PRF, Renata ela ainda precisa de doadores de sangue por conta do novo procedimento cirúrgico. Ela recebe qualquer tipo de sangue e os doadores podem procurar o Hemocentro mais próximo. O de João Pessoa fica na Avenida Pedro II 1119, no Centro.

"A gente fica muito mais consternado pela proximidade. Atender um acidente que uma pessoa próxima você é a vítima é muito difícil, mas tenho certeza que Deus vai nos dar força para superar esse momento. Que a gente entenda a necessidade de viver muito bem a vida, porque de fato é um sopro", declarou Keilla.