Paraíba, segunda-feira, 24 de junho de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Testemunha que acolheu criança vítima de suposta exploração sexual revela detalhes do crime

A criança contou que foi abusada pela segunda vez e a mãe utilizava o dinheiro para consumir drogas

Por Redação Portal T5

13h11 - Atualizado 20/05/2019 às 13h18
Central de Polícia Civil da capital
Central de Polícia Civil da capital Foto: Vitor Feitosa/Portal T5

Uma mulher suspeita de explorar sexualmente da filha, de 10 anos, foi presa em flagrante na noite desse domingo (19), no bairro do Costa e Silva, em João Pessoa. Após os supostos atos sexuais, a menina foi acolhida por uma moradora da região, que contou como a criança foi encontrada.

Segundo o Conselho Tutelar da capital, a criança relatou que a mãe, sob efeito de drogas, colocou os três irmãos para dormir e a levou do município de Pedras Fogo até a comunidade da Gauchinha. Lá, a mulher teria oferecido a menina para os caminheiros presentes no local.

Segundo as investigações, um homem pagou R$ 20 para abusar sexualmente da criança. O crime teria acontecido na parte dianteira de um carro, com a mãe presente na parte de trás. O valor pago à mulher seria utilizado para compra de drogas.

Mulher é presa suspeita de receber dinheiro para permitir abuso sexual da filha de 10 anos

Relato - Pessoas próximas ao local do crime acolheram a menina. Uma testemunha informou a Rede Tambaú de Comunicação que cuidou da vítima e denunciou o caso à polícia.

Por telefone, a mulher revelou detalhes do abuso contado pela menina: "Ela me disse: 'tia, eu tô toda doída, ele botou com força, na hora que ele tava me abusando, ele colocou o negócio dele na minha boca e eu fiquei querendo vomitar.'", contou. A menina também disse que a mãe incentivou que o homem fizesse sexo anal com a vítima.

Na delegacia, a criança revelou ao Conselho Tutelar que foi abusada pela segunda vez e falou que o dinheiro estava sendo usado pela mãe para o consumo de drogas.

A polícia foi acionada e a mulher foi encaminhada à Central de Polícia onde vai aguardar a audiência de custódia que vai acontecer, às 14h30, nesta segunda-feira (20), no Fórum Criminal de João Pessoa. 

O caso está sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar de João Pessoa em conjunto com a unidade de Pedras de Fogo. Segundo a conselheira tutelar de Pedras de Fogo, Danila Estefania, a menina foi encaminhada ao hospital para realização de exames e recebimento de medicações. O caso foi comunicado ao Ministério Público, que deve solicitar à Justiça um local seguro para acolhimento da criança.

Também será investigado pela polícia, se a mãe também permitiu o abuso sexual dos outros três filhos.