Paraíba, domingo, 21 de julho de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Justiça ouve testemunhas de acusação durante audiência da Operação Cartola

Entre os réus estão dirigentes de Botafogo-PB e Campinense, além do ex-presidente da FPF Amadeu Rodrigues

Por Redação Portal T5

21h06 - Atualizado 16/05/2019 às 21h09
Fórum Criminal de João Pessoa
Fórum Criminal de João Pessoa Foto: Reprodução/TJPB

A juíza Aylzia Fabiana Borges Carrilho ouviu, nesta quinta-feira (16), cinco testemunhas de acusação referentes às investigações da Operação Cartola, que apura esquemas de manipulação de resultados no futebol paraibano.

A audiência começou por volta das 14h no Fórum Criminal de João Pessoa e durou cerca de seis horas. Sete testemunhas foram dispensadas e outras cinco foram ouvidas pela Justiça. Elas chegaram a responder perguntas do Ministério Público, da própria juíza e também de alguns dos 17 réus do processo, que também estiveram presentes.

Três desses réus são o ex-presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF) Amadeu Rodrigues, o ex-presidente do Campinense William Simões e o ex-vice-presidente do Botafogo-PB Breno Morais. Todos esses foram julgados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em novembro do ano passado e condenados à pena máxima, com o banimento do futebol.

Antes da audiência desta tarde iniciar, porém, os advogados dos réus se uniram para pleitear o adiamento da sessão, alegando que não tiveram acesso a escutas telefônicas tidas como importantes dentro do processo. Porém, a juíza não concedeu a postergação e prosseguiu com a audiência.

Ainda não há data prevista para o interrogatório dos indiciados no inquérito, mas a audiência com as testemunhas de defesa do caso foi marcada para o próximo dia 26 de junho.

Leia também:

Presidente do Inep é demitido menos de um mês depois de assumir o cargo

Ministério Público da PB denuncia grupo suspeito de realizar desvio milionário em cartório