Paraíba, domingo, 21 de julho de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Paraíba

CRM-PB notifica UPA do Conde por falta de médicos

Órgão recebeu denúncia sobre a morte de um paciente por suposta negligência no atendimento, mas óbito teria acontecido antes da chegada na unidade

Por Redação Portal T5

19h17 - Atualizado 15/05/2019 às 19h31
A UPA do Conde deve apresentar a escala médica em um prazo de 10 dias
A UPA do Conde deve apresentar a escala médica em um prazo de 10 dias Foto: Reprodução/Internet (imagem meramente ilustrativa)

O Conselho Regional de Medicina na Paraíba (CRM-PB) notificou, nesta quarta-feira (15), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Conde, na Grande João Pessoa, pela falta de médicos no local.

Segundo João Alberto Pessoa, diretor de Fiscalização do CRM-PB, a apuração teve início quando o órgão recebeu uma denúncia a respeito de um paciente que teria morrido na UPA do município, por suposta negligência médica. Ao investigar o caso, porém, o Conselho descobriu que o óbito teria acontecido antes mesmo de o paciente chegar à unidade hospitalar.

Contudo, durante uma visita na UPA do Conde na tarde desta quarta, uma equipe do CRM-PB constatou que não havia apenas um médico realizando atendimentos no período, e o responsável técnico não estava presente, o que é considerado uma irregularidade.

Dessa maneira, o órgão notificou a Unidade de Pronto Atendimento da cidade para apresentar, em um prazo de 10 dias, a escala médica completa, sob pena de uma interdição.

Vale lembrar que o CRM-PB interditou nesta semana a UPA de Cruz das Armas, em João Pessoa, e também a UPA de Bayeux. O atendimento na de Cruz das Armas, no entanto, foi retomado na madrugada desta quarta.

Leia também:

Trio é detido suspeito de fazer arrastão em ônibus na Epitácio Pessoa

Preservação do meio ambiente leva João Pessoa a 1º lugar em ranking de desenvolvimento no NE