Paraíba, terça-feira, 22 de outubro de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Candidatos ao CFO da PM da Paraíba podem ser reprovados após realização de exame

Segundo o laudo preliminar, 70% dos candidatos do sexo masculino e 85% do sexo feminino foram considerados inaptos

Por Redação Portal T5

20h00 - Atualizado 10/05/2019 às 20h17
Arquivo/Imagem/ Reprodução/ TV Tambaú

De acordo com o resultado preliminar de exames de saúde apresentados, nesta quarta-feira (9), pelos candidatos habilitados nas primeiras etapas do Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Estado da Paraíba – CFO/PM/2019, pelo menos 70% dos candidatos do sexo masculino e 85% do sexo feminino foram considerados inaptos. A informação foi oficializada no documento datado em 9 de maio de 2019 no qual o Portal T5 teve acesso.

À reportagemo diretor de Gestão de Pessoas da Polícia Militar da Paraíba, Hélio Araújo, declarou que o resultado de inaptidão dos candidatos foi provocado por dois motivos. O primeiro é que o edital prevê que na realização dos exames é necessária a presença de duas testemunhas . A segunda é que o laboratório responsável por fazê-los deve ser credenciado para isso. Entretanto, nos laudos apresentados pela maioria dos candidatos, não foi constatado o cumprimento dessas exigências.

c) A coleta do material biológico (cabelos, pelos ou raspas das unhas) deverá ser testemunhada por no mínimo duas pessoas e realizada obrigatoriamente em um laboratório de análise clínicas devidamente credenciados segundo as exigências da vigilância sanitária. As unhas serão coletadas exclusivamente no caso de alopecia universal ou condição médica que impeça sua coleta”, diz o item estabelecido no edital.

De acordo com Hélio Araújo, o laboratório que realiza os exames é de escolha pessoal de cada participante. Segundo ele, os candidatos alegam que os laboratórios não incluíram as informações nos laudos e a maioria está buscando recorrer para que a situação seja resolvida o quanto antes.

Ele disse ainda que os candidatos possuem o prazo de dois dias úteis para recorrer ao resultado. Eles devem reapresentar a documentação até a próxima segunda-feira (13).

Caso seja comprovado o cumprimento das exigências, o resultado será reavaliado pela Comissão do Exame de Saúde e pela Comissão Coordenadora do CFO.

Números

O documento apresenta que 64 homens foram classificados. Destes, apenas 13 foram considerados aptos e outros 6 faltaram. Entre as mulheres, das 14 participantes, apenas 1 é considerada apta e 1 faltou.