sexta-feira, 06 de dezembro de 2019
Busca

Paraíba

Paraíba

Colégio particular onde teria ocorrido estupro de criança emite nota de esclarecimento

Segundo a Polícia Civil, três adolescentes teriam abusado de uma criança de 8 anos em 2018, em João Pessoa

Por Redação Portal T5

20h11 - Atualizado 11/03/2019 às 20h26

O colégio particular onde três adolescentes teriam abusado sexualmente de uma criança, em João Pessoa, emitiu na noite desta segunda-feira (11) uma nota de esclarecimento, afirmando a tentativa de buscar elucidar os acontecimentos.

“Prezada comunidade escolar: a partir do momento que tomou conhecimento da notícia, o Colégio GEO tem buscado junto ao Poder Público a apuração dos fatos. Em respeito à privacidade dos menores envolvidos, o procedimento tramita em segredo de justiça e no âmbito do Poder Judiciário. O Colégio está empenhado no esclarecimento integral da verdade”, diz o comunicado do Colégio GEO, do Grupo SEB.

Mais sobre o assunto:

Polícia apreende adolescentes que abusavam vítimas dentro de escola em João Pessoa

"Foi algo pontual" diz delegada sobre criança estuprada em escola particular de JP

Os adolescentes de 13, 14 e 17 anos foram apreendidos pela manhã durante uma operação da Polícia Civil da Paraíba, que busca combater crimes de pedofilia. Eles teriam cometido o crime no mês de maio de 2018, com uma criança de 8 anos. Todos foram levados para o Centro Educacional do Adolescente (CEA).

De acordo com a delegada Roberta Neiva, superintendente Regional da Polícia Civil, a direção do colégio fez questão de contribuir com a apuração dos fatos.

"Não houve nenhuma resistência por parte da escola com relação a conceder informações ou algo desse tipo. Isso é um problema sério e lamentável, que deve servir de alerta para uma mudança de comportamento, tanto no âmbito familiar, quanto no âmbito escolar, principalmente através do diálogo", destacou. Leia a entrevista completa da delegada aqui.