Paraíba, segunda-feira, 24 de junho de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Paraíba

TCE-PB faz levantamento para identificar obras paralisadas na Paraíba

A ação é coordenada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ),Tribunal de Contas da União (TCU) e Associação dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon)

Por Carlos Rocha

14h39
Foto: Reprodução/Internet

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) solicita, a todos os órgãos da administração direta e indireta do Estado e dos municípios, o preenchimento do questionário com o levantamento da situação das obras suspensas e paralisadas na Paraíba. A ação nacional é coordenada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ),Tribunal de Contas da União (TCU) e Associação dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon). O prazo para o preenchimento vai até o próximo dia  26.

A finalidade do levantamento é conhecer a situação atual de cada obra, objetivando contribuir com a busca de soluções para a retomada e conclusão dos empreendimentos.

O questionário deverá ser preenchido, pelos gestores, com absoluta fidedignidade, sujeitando-se o responsável às cominações legais cabíveis em caso de não atendimento ou de informações incorretas.

Serão coletadas diversas informações, a exemplo dos gastos já efetuados, repasses de convênios e motivos que levaram a paralisação. Pergunta-se também acerca da viabilidade de conclusão das obras.

Para responder, cada gestor recebeu um e-mail com link e senha de acesso e orientações de preenchimento. O questionário pode ser respondido totalmente pela internet com link disponível no Portal do Tribunal de Contas da Paraíba no banner “Questionário de obras suspensas e paralisadas” AQUI .

O questionário que iniciou no dia 11/02 ,  deve ser respondido até mesmo nas situações que não hajam obras paralisadas, pois o objetivo é retratar  a situação atual das construções executadas com dinheiro público na Paraíba.

Maiores informações podem ser obtidas no TCE-PB no 3208-3354. Horário de atendimento: 8h às 12h e 14h às 16h (de segunda a quinta) e de 08h às 12h na sexta-feira, ou pelo e-mail [email protected].