quinta-feira, 13 de agosto de 2020
Busca

Paraíba

Paraíba

Família alerta necessidade de tomografia para jovem que teve objetos esquecidos dentro do corpo

Exame poderá atestar se houve ou não morte cerebral de Kellyane Neri.

Por Redação Portal T5

07h29 - Atualizado 24/12/2019 às 08h08
Maternidade Cândida Vargas
Maternidade Cândida Vargas Foto: Divulgação

Em entrevista à imprensa na manhã desta terça-feira (24), familiares da jovem Kellyane Neri, de 28 anos, informaram que a equipe médica responsável pelo acompanhamento da moça - que teve objetos cirúrgicos utilizados na cesariana deixados dentro do corpo - alegou que apenas uma ‘tomografia constatará a morte cerebral’ da paciente.

O empasse se dá neste caso porque, em nota recente, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de João Pessoa confirmou a morte cerebral da jovem.

Eles dizem que a nota não é verídica. Que apenas essa tomografia vai esclarecer o quadro dela. A Secretaria de Saúde lançou essa nota – de morte cerebral – fomos lá, tivemos no hospital. Conversamos com a diretoria e eles informaram que não sabiam dessa nota. Mas, que não existia morte cerebral. Isso seria um teste que havia sido feito e que não tinha nada de lançar essa nota”, pontuou o primo da jovem, Geraldo Júnior, em entrevista exibida pela TV Cabo Branco.

Ela não pode ir até o aparelho [tomógrago], então que ele seja levado até ela”, finalizou.

Ainda grávida, Kellyane deu entrada no Instituto Cândida Vargas, no mês de setembro, onde deu à luz a um menino. Entretanto, após o parto, ela passou a sentir dores abdominais, que logo foram seguidas por outros sintomas, como um quadro de febre frequente.

Após exames, foi constatado que médicos esqueceram objetos cirúrgicos utilizados na cesariana dentro do seu corpo. A suposta negligência médica, de acordo com parentes, foi descoberta depois de mais de um mês do parto, quando a paciente começou a sentir as dores abdominais.

Até então, Kellyane segue internada na unidade da Rede Municipal de Saúde em estado grave.

Leia também: Homem salva criança de 5 anos de ataque de pitbull

João Azevêdo determina fim das organizações sociais em hospitais da Paraíba

“Nesse governo não tem continuidade de corrupção”, diz João Azevêdo a Calvário

Operação identifica rinha de galo na zona rural de Alagoa Grande, na PB

Inscrições em concurso para Câmara de cidade na PB terminam esta semana

+ Vídeo: homem salva criança de 5 anos de ataque de pitbull

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado! 

Adicione nosso WhatsApp: (83) 9 9142-9330.