Paraíba, quinta-feira, 17 de outubro de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Romeira conta história de fé em Nossa Senhora da Guia, na PB

O percurso é de aproximadamente 10km da Igreja Matriz da Paróquia Sagrado Coração de Jesus Menino até o Santuário da Guia situado na zona rural da cidade.

Por Lillyane Rachel

08h00 - Atualizado 12/10/2019 às 11h07
Foto: Arquivo Pessoal/Maria José

“Foi um momento de muita dor e sofrimento, mas eu tinha a certeza de que Deus e Nossa Senhora da Guia não iam me abandonar. Por isso, eu jamais perdi as esperanças”, desabafou dona Maria José ao relembrar um dos momentos difíceis que enfrentou durante a vida.

Em agosto de 2015, o neto de dona Maria, que é devota de Nossa Senhora da Guia, sofreu um acidente de moto. César Lima foi diagnosticado com traumatismo craniano, ficou hospitalizado em coma por 20 dias, respirando com a ajuda de aparelhos.

Durante o período de aflição com o quadro clínico do neto grave, dona Maria José e os familiares buscaram conforto e força para enfrentar o momento, nas orações. “Tenho um Deus vivo que cuida de mim e a Nossa Senhora da Guia que nos ampara sempre. Com fé, nos unimos em oração com igrejas e a confiamos na intercessão Dela diante dessa dor”, contou.

Com o passar dos dias, a angústia deu lugar a felicidade. “Recebemos a notícia que ele saiu do coma e, um tempo depois, recebeu alta. César não sofreu sequelas, atualmente trabalha e vive normalmente. Foi uma grande graça e vitória alcançada com a intercessão de Nossa Senhora da Guia”, declarou, emocionada, dona Maria.

Dois anos antes, ela enfrentou outro momento doloroso no qual a fé foi companhia onipresente. Priscila Lima, filha de Dona Maria, também foi vítima de um acidente de moto, sofreu traumatismo craniano e ficou cinco dias em coma.

“Tudo isso que vivi, me deu a certeza que Nossa Senhora da Guia caminha conosco e nos faz alcançar milagres e prodígios todos os dias”, afirmou.

Priscila, que também é devota, contou o que sentiu quando acordou do coma. “Quando descobri que tive a graça da cura, senti tanta gratidão. Passar por tudo sem sequela é uma benção”, afirmou.

Ela disse ainda que acompanhar a Romaria de Nossa Senhora da Guia, que realiza o percurso de aproximadamente 10km, virou uma tradição principalmente após o acidente. “Desde criança eu sempre ia à Igreja e ouvia relatos dos milagres da Guia aos fiéis. Eu cresci acreditando na intercessão Dela e depois de ser curada, nunca mais perdi uma procissão”, relembrou.

Santuário Nossa Senhora da Guia, em Lucena, na Paraíba.
Santuário Nossa Senhora da Guia, em Lucena, na Paraíba. Foto: Divulgação

ROMARIA DA GUIA

Neste sábado (12), aconteceu a tradicional Romaria da Guia, no município de Lucena, no litoral norte do estado. A Festa da Guia é realizada há mais de 100 anos, mas a Romaria começou a partir de 1990.

De acordo com o Frei Rômulo, da Igreja Matriz da Paróquia Sagrado Coração de Jesus Menino, vários fiéis  participam da caminhada em devoção ou pagando promessa por alguma graça alcançada.

O percurso da Romaria é de aproximadamente 10km da Igreja Matriz da Paróquia Sagrado Coração de Jesus Menino até o Santuário da Guia situado na zona rural da cidade.

Foto: Divulgação

Nossa Senhora da Guia

Reconhecida pelo Vaticano, Nossa Senhora da Guia representa uma das facetas da Virgem Maria e também é considerada a Padroeira dos navegantes. No contexto bíblico, Maria guiou o filho, Jesus, desde a infância até a vida adulta.

Santuário Nossa Senhora da Guia

Registros históricos apontam que em 1591, no mesmo local do Santuário, os carmelitas fundaram uma capela primitiva a fim de catequizar os índios.

A construção da igreja Nossa Senhora da Guia teve início no fim do século XVI mas só foi concluída na segunda metade do século XVII.