sexta-feira, 06 de dezembro de 2019
Busca

Paraíba

Paraíba

Justiça condena homem a quase 12 anos de prisão por estuprar duas enteadas, na PB

No processo, o padastro negou as acusações.

Por Redação Portal T5

22h16
Foto: Divulgação / TJPB

A Justiça condenou um homem a 11 anos e oito meses de prisão por estuprar duas enteadas, na Paraíba. Conforme o processo da 3ª Vara Criminal da Comarca de João Pessoa, a violência acontecia quando a mãe das duas meninas saia para trabalhar. Ele dizia ainda que elas não podiam contar sobre os abusos para ninguém. A decisão foi divulgada nesta quarta-feira (9).

O homem negou que tivesse abusado sexualmente das enteadas. De acordo com ele, as vítimas confundiram carinho e os cuidados de higiene pessoal com abuso.

Ainda segundo o padastro, a residência deles era pequena e sem fechaduras nas postas, dessa forma, sendo impossível fazer algo escondido. Ele disse ainda que todos os filhos dele e da companheira sempre estavam no local. Ele finalizou afirmando que não existem provas suficientes.

O desembargador Ricardo Vital compreendeu que embora não haja vestígios do crime, o depoimento das vítimas é prioridade para definir a sentença, que deve ser cumprida em regime fechado.

A decisão cabe recurso.

Veja também:

Justiça mantém prisão de Secretário alvo da 'Operação Calvário', na PB

Foragido da Justiça é recapturado; ele é suspeito de matar o esposo da tia, na PB