Paraíba, sábado, 15 de junho de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Preço da passagem de ônibus em João Pessoa sobe R$ 0,40 e passa a ser 2º maior do NE

​Com o aumento, João Pessoa passa a ser a segunda capital com a passagem de transporte coletivo mais cara do Nordeste

Por Carlos Rocha

19h20 - Atualizado 11/01/2019 às 19h35

Após reunião realizada na tarde desta sexta-feira (11), o Conselho Municipal de Mobilidade Urbana (CMMU) definiu a nova tarifa do sistema, que será de R$ 3,95 em João Pessoa. A tarifa do transporte coletivo urbano de João Pessoa passará a ter um novo valor a partir deste domingo (13). No entanto, os usuários do cartão de Passe Legal contarão com um desconto de R$ 0,15, ficando o valor da passagem inteira fixado em R$ 3,80 para recarga de crédito.

Com o aumento, João Pessoa passa a ser a segunda capital com a passagem de transporte coletivo mais cara do Nordeste, perdendo apenas para Aracaju, que é de R$ 4,00.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Transportes Urbanos de João Pessoa, Alberto Nascimento, após análise da planilha de custos do sistema de transporte, percebeu-se a necessidade de reajuste, principalmente para acompanhar o aumento no preço do diesel e o custo com o pessoal após o aumento salarial concedido aos operadores. Ele ainda destacou a queda “acentuada” no número de passageiros que utilizam o transporte público. Em 2018, foram compradas 3,8 milhões de passagens a menos com relação a 2017, uma queda de 6,4%.

O valor identificado como ideal para a passagem após cálculos realizados seria de R$ 3,98, mas o CMMU fixou o preço em R$ 3,95. A Superintendência Municipal de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP), no entanto, apresentou uma proposta de desconto para os usuários do Passe Legal, reduzindo a passagem em R$ 0,15. “Essa é uma forma de valorizar e fidelizar o usuário”, explicou o superintendente da Semob-JP, Adalberto Araújo.

De acordo com o superintendente, o desconto vai reduzir o peso no orçamento das famílias e também pode atrair mais passageiros para o sistema. “Incentivar as pessoas a utilizar o cartão ajuda o transporte público porque permite racionalizar o sistema, manter todos os dados eletronicamente e evitar fraudes. Além disso, reduzimos a circulação de dinheiro, evitando a demora no repasse do troco que atrasa as viagens. O objetivo é ter mais controle e um sistema menos engessado”, explicou.

Sobre o desconto, ele afirmou que a Semob-JPentende que o reajuste tarifário traz um novo peso no orçamento das famílias e, por isso, buscou uma alternativa para permitir que esse reajuste seja menor. “Um total de 75% dos usuários do sistema já utilizam o cartão. Essas pessoas vão poder pagar R$ 0,15 a menos pela passagem e quem ainda não tem o cartão pode tirar a primeira via gratuitamente”, explicou o gestor.

CMMU

O Conselho de Mobilidade Urbana de João Pessoa é formado por representantes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (SEMOB); Secretaria Municipal de Planejamento (SEPLAN); Secretaria Municipal de Infraestrutura (SEINFRA); Secretaria de Meio Ambiente (SEMAM); Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEDEC) e Secretaria Executiva do Orçamento Democrático.

Também integram o Conselho a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP); Sindicato dos Condutores de Veículos Rodoviários e Trabalhadores em Transportes Urbanos de Passageiros de João Pessoa; Sindicato dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários de João Pessoa; Sindicato de Transportes Urbanos de João Pessoa (SINTUR); Diretório Central dos Estudantes da UFPB (DCE/UFPB); Conselho Universitário de Carteiras – CUC; representante universitário da rede privada; Conselho metropolitano de Carteiras de Estudantes – CMCE; representante secundarista da rede pública e privada.