Paraíba, sexta-feira, 20 de setembro de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Pescadores foram assassinados na Paraíba, conclui perícia

A conclusão é do Instituto de Polícia Científica e confirmada por Amanda Melo, perita responsável por examinar os corpos.

Por Redação Portal T5

12h51 - Atualizado 27/09/2018 às 14h42

Os dois pescadores encontrados mortos na manhã desta quarta-feira (26), na praia do Amor, no município de Conde, Litoral Sul paraibano, foram assassinados e não houve morte por afogamento A conclusão é do Instituto de Polícia Científica e confirmada por Amanda Melo, perita responsável por examinar os corpos.

+ PF deflagra operação para investigar fraudes contra o Ministério da Saúde em Campina Grande

+ Lei obriga postos a informar tipo de gasolina comercializada na PB

“Trata-se de um duplo homicídio contra o Severino e o Welligton. Em um deles foi utilizado um projétil de arma de fogo e um objeto contundente e no outro um objeto contundente. Nenhum morreu por afogamento, apesar de terem sido encontrados na praia. Podem ter sido, sim, submetidos à água do mar, mas isso não foi a causa morte”, explicou.

“Severino foi encontrado às margens do mar. Ele tinha ferimentos por arma de fogo na cabeça e alguns no braço, inclusive transfixante. Um dos projéteis ficou alojado na boca. O corpo de Welligton foi encontrado a uma distância de cerca de 500 metros da primeira vítima. Ele não tinha disparos de arma de fogo, mas havia um número muito maior de lesões contundentes na região da cabeça”, disse.

A perita disse ainda que não há como saber o horário exato em que a morte ocorreu, mas que esse dado está sendo levantado pelos investigadores. “Eu não descarto a tese de que Welligton tenha tentado fugir e não descarto que o mar os tenha afastado, mesmo depois de morto. Aí vem a minha análise da tábua de marés do local para saber qual era a altura da maré e se ela era capaz de arrastar os corpos. Eu tenho que estudar o horário que a morte se deu para ver se a maré já tinha secado, para poder dizer a dinâmica do crime”, acrescentou.

Confira:

+ Empresários chineses são detidos em operação contra pirataria em JP

+ Homem é baleado duas vezes em João Pessoa; PM prende suspeito em flagrante

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado! Para sugerir pautas, entre em contato com a redação pelo número (83) 8684-1874 e 3015.