Paraíba, sábado, 24 de agosto de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Caso de ‘boneca Momo’ é registrado em JP; polícia investiga origem de mensagens

Em Pernambuco, duas mortes de crianças por enforcamento foram registradas nos últimos dias. Ainda não se sabe se elas têm a ver com o desafio.

Por Vitor Feitosa

15h12 - Atualizado 30/08/2018 às 14h12
A polícia alerta para que os pais fiquem atentos ao desafio da "boneca Momo" no WhatsApp dos filhos menores
A polícia alerta para que os pais fiquem atentos ao desafio da "boneca Momo" no WhatsApp dos filhos menores Foto: Reprodução/Portal O Livre

Nos últimos dias, os usuários de aplicativos de mensagens vêm percebendo uma nova onda de “desafios” na internet que podem ter crianças e adolescentes como alvo. Quem usa o WhatsApp já pode ter se deparado com a história da “Baleia Azul”, que incentivava, sobretudo o público de menor idade, a cumprir uma espécie de missão através de mensagens no app, envolvendo enforcamentos, por exemplo.

O que diz o livro infantil que Bolsonaro levou ao Jornal Nacional?

Maluma pediu fotos íntimas para jogador argentino Leonel Parraguez; veja

Agora, o destaque é para uma mensagem recebida com a imagem intitulada de “boneca Momo”, também referente a tais desafios sem sentido. Na Paraíba, a Polícia Civil já registrou um caso de seis pessoas da mesma família que relataram ter recebido o jogo.

Todas elas foram vítimas através do mesmo perfil de WhatsApp, cujo número é desconhecido, e segundo uma das pessoas, também teria enviado ameaças de morte. O registro foi feito na 10ª Delegacia Distrital, no bairro de Tambaú, em João Pessoa.

De acordo com o coordenador do Centro Integrado de Operações Policiais (CIOP) da Paraíba, coronel Arnaldo Sobrinho, essa foi a única ocorrência da qual a Polícia Militar teve ciência em todo o estado até o momento. Porém, a PM já sabia sobre a ‘boneca Momo’ anteriormente.

“Tem cerca de 10 dias também que um colega me procurou, passou o contato do indivíduo que tava com esse perfil e nós encaminhamos para a Associação Internacional de Prevenção e Combate ao Crime Cibernético para acompanhar. Até fizemos uma tentativa de contato pela Secretaria. Em princípio, o telefone só discou, depois a pessoa retornou e ficou mudo. A gente tentou novamente, e acho que ele acabou bloqueando o celular. Mas são algumas situações muito similares à história da baleia azul, com os desafios de sufocamento e tal”, explica ele.

Mesmo assim, o coronel Arnaldo garante que a polícia permanece atenta a outros casos. “A preocupação maior diz respeito a adolecentes que porventura estejam utilizando o WhatsApp. Mas é coisa muito limitada, pelo menos aqui na Paraíba. A gente está acompanhando”, completa.

Carlos Alberto de Nóbrega fica pelado em praia para cumprir desafio; veja

Atriz pornô revela detalhes sobre noite com Trump: 'Durou dois minutos'

Mortes em Pernambuco

Em Pernambuco, estado vizinho, já foram registrados ao menos dois casos que poderiam ter relação com a "boneca Momo". No último dia 16, um garoto de 12 anos foi encontrado morto com sinais de enforcamento no bairro de Aldeira, que fica em Camaragibe, região metropolitana do Recife. A Polícia Civil investiga se, de fato, a morte foi causada pelo desafio.

No mesmo dia, uma criança de 9 anos também morreu por enforcamento, dessa vez no bairro recifense do Cordeiro. A mãe do menino o encontrou no quintal de casa com um fio de nylon amarrado em volta do pescoço.

“Eu não sabia o que era. Vim saber depois que me mostraram o que era essa ‘Momo’, que ela faz o desafio de sufocamento para ver quanto tempo você aguenta ficar sem ar. Esses desafios de internet levaram meu filho de 9 anos, é muita dor”, lamentou a professora Jany Nascimento, em entrevista à imprensa local.

Leia também:

Moradores relatam problemas de saúde após vazamento de amônia em terminal pesqueiro

Mulher é esfaqueada durante discussão familiar