quinta-feira, 26 de novembro de 2020
Busca

Paraíba

Paraíba

Operação Xeque-Mate da Polícia Federal cumpre mandados em João Pessoa

Além dos mandados de busca e apreensão a PF realiza sequestro de mais de R$ 3 milhões.

Por Dennison Vasconcelos

07h13 - Atualizado 19/07/2018 às 16h09
Imagem/ Anne Gomes

A Polícia Federal (PF) realiza na manhã desta quinta-feira (19) a segunda fase da Operação Xeque-Mate. Entre os alvos estão a residência e escritório do comunicador e empresário Fabiano Gomes, nos bairros de Jardim Luna e Pedro Gondim, respectivamente, em João Pessoa.

De acordo com a PF, são cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e sequestro de aplicações e ativos financeiros no valor de até R$ 3.162.840,29 (três milhões, cento e sessenta e dois mil, oitocentos e quarenta reais e vinte e nove centavos), com o objetivo de ressarcir os cofres públicos.

Além de ordens judiciais de proibição de deixar o território nacional. Todos os mandados foram expedidos pelo Tribunal de Justiça da Paraíba.

+ Conversas de WhatsApp revelam esquema criminoso entre empresário e comunicador, diz MPPB

A Polícia Federal realizou buscas na empresa do comunicador
A Polícia Federal realizou buscas na empresa do comunicador Foto: Divulgação

A primeira fase da Operação Xeque-Mate foi deflagrada no dia 3 de abril pela PF e pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) com objetivo de desarticular um esquema de corrupção na administração pública de Cabedelo/PB, no âmbito dos poderes executivo e legislativo municipal.

Na época foram cumpridos 11 mandados de prisão preventivas, 15 sequestros de imóveis e 36 de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal de Justiça da Paraíba. Além dos mandados, a justiça decretou o afastamento cautelar do cargo de 85 servidores públicos, entre eles o prefeito de Cabedelo, Leto Viana (PRP), o vice-prefeito e o presidente da Câmara Municipal.

Detidos -  Durante a operação, além de Leto Viana, foram presos o presidente da Câmara Municipal, Lúcio José do Nascimento Araújo, a vereadora e primeira-dama, Jacqueline Monteiro França, e os vereadores Tércio de Figueiredo Dornelas Filho, Rosildo Pereira de Araújo Júnior (Júnior Datele), Antônio Bezerra do Vale Filho, como também Marcos Antônio Silva dos Santos, Inaldo Figueiredo da Silva, Leila Maria Viana do Amaral, Gleuryston Vasconcelos Bezerra Filho e Adeilson Bezerra Duarte.

Continue lendo 

+ Prefeito de Cabedelo é preso suspeita de liderar esquema de corrupção e compra de mandato, diz PF

+ Operação Xeque Mate: MPPB denuncia 26 envolvidos por formação de organização criminosa

+ TJPB mantém prisão de investigados na Operação Xeque-Mate