Paraíba, quarta-feira, 18 de julho de 2018
26° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Em visita à PB, Gleisi Hoffmann reitera: “Vamos lutar pela candidatura de Lula”

A presidente nacional do PT esteve em João Pessoa para discutir com Ricardo Coutinho uma aliança com o PSB.

Por Vitor Feitosa

15h53 - Atualizado 12/07/2018 às 16h13
Gleisi Hoffmann esteve em João Pessoa nesta quinta-feira (12)
Gleisi Hoffmann esteve em João Pessoa nesta quinta-feira (12) Foto: Vitor Feitosa/Portal T5

A presidente nacional do Partido dos Trabalhadores Gleisi Hoffmann esteve em João Pessoa nesta quinta-feira (12), onde se reuniu com dirigentes estaduais do PT e se encontrou com o governador da Paraíba Ricardo Coutinho, buscando uma aliança com o PSB para apoiar a pré-candidatura de Lula à presidência da República.

Em entrevista coletiva concedida à imprensa, a atual senadora pelo Paraná e pré-candidata à deputada federal reiterou que, mesmo preso desde abril na Polícia Federal, Luiz Inácio Lula da Silva continua sendo a única opção do PT para o pleito eleitoral deste ano. Gleisi considera Lula a maior liderança politica da história do país, com condições de “tirar o país da crise e conduzi-lo a uma pacificação nacional”.

“Ele já foi presidente, vocês conhecem bem o resultado do governo do presidente Lula, principalmente o Nordeste. A Paraíba conhece muito bem. Nós não podemos nos conformar com a situação que o Brasil vive. Hoje a agência pública traz uma notícia de que mais de 10 milhões de brasileiros estão abaixo da linha da pobreza, e que 40% da renda familiar dos mais pobres é gasta com gás de cozinha. Nós já tínhamos passado dessa realidade nefasta e estamos voltando no tempo. Por isso, achamos importante a pré-candidatura de Lula. E não é só o PT, quem acha importante também é o povo brasileiro, senão não seria tão resiliente. Mesmo preso há quase 100 dias, Lula continua na frente de todas as pesquisas eleitorais”, explicou.

Confira outras declarações de Gleisi Hoffmann durante a entrevista coletiva nos vídeos abaixo.

No último domingo (8), o desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) Rogério Favreto acatou um habeas corpus beneficiando o ex-presidente Lula, ordenando que ele fosse solto no mesmo dia. O imbróglio na Justiça permanece, porém, e o petista ainda não deixou a prisão. Mesmo assim, Gleisi Hoffmann confirma que seu nome será registrado como pré-candidato, e o partido está unido para que ele seja liberado.

“Nosso candidato é Lula. Nós vamos registrar Lula no próximo dia 15 de agosto e vamos lutar pela candidatura de Lula, frente a Justiça Eleitoral. Achamos que ele tem o direito a ser candidato, Lula é inocente. Ele é o que tem a maior manifestação de votos favoráveis a ele e, de novo, Lula é a única liderança política popular em nosso país que tem condições de buscar o desenvolvimento econômico social novamente e fazer a pacificação do Brasil. Não vejo outra liderança no país que tenha outras características”, considerou a senadora.

O ex-deputado estadual pela Paraíba e atual dirigente nacional do PT Rodrigo Soares também esteve presente na reunião. Ele descartou que, caso Lula não possa concorrer à presidência, Gleisi encabece a chapa como candidata.

“O PT só tem um único plano, com Lula candidato à presidência da República. A presidenta Gleisi é pré-candidata à deputada federal pelo Paraná, e está firmando em nossa bancada também a sua liderança para conduzir a nossa bancada no Congresso, porque nós vamos precisar fazer importantes reformas no Brasil em 2019. Temos que devolver o Brasil a todos os brasileiros, dentro da quadrilha que se instalou no Palácio do Planalto, e tem a frente do golpista Michel Temer, que está entregando o nosso petróleo e as grandes empresas nacionais”

Aliança com o PSB

O principal objetivo da visita da presidente nacional do PT a João Pessoa foi, na realidade, a conversa com Ricardo Coutinho sobre uma aliança entre o PSB da Paraíba e o PT nacional. Gleisi destacou que, caso haja um acerto, haveria uma “troca” de apoios, com o PSB-PB sendo adepto à pré-candidatura de Lula e o PT nacional apoiando João Azevêdo, candidato do PSB ao Governo da Paraíba.

“Nós estamos construindo uma aliança com o PSB, isso é importante dizer. Nós temos disposição aqui de apoiar a candidatura do PSB, que é o candidato do governador, e queremos a disposição do PSB de apoiar o nosso candidato, o presidente Lula. Queremos fazer isso de maneira formal, com uma coligação. Então foi isso que a gente veio conversar com o PT aqui e com o PSB, que é nosso interlocutor de aliança aqui na Paraíba”, completou Gleisi Hoffmann.

Leia também:

Justiça concede habeas corpus e ex-presidente Lula pode deixar prisão

Sérgio Moro afirma que desembargador que soltou Lula “não tem poderes” para tomar tal decisão