Paraíba, domingo, 19 de agosto de 2018
27° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Distribuição do gás de cozinha ainda não foi normalizada na Paraíba, diz sindicato

Consumidores ainda enfrentam muitas filas para adquirir um botijão.

Por Cristiano Sacramento

09h27 - Atualizado 13/06/2018 às 09h30
Em João Pessoa, o preço médio do gás de cozinha é de R$ 70
Em João Pessoa, o preço médio do gás de cozinha é de R$ 70 Foto: Reprodução / Internet

O fim da greve dos caminhoneiros não cessou o problema da distribuição de gás de cozinha em pelo menos dez estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal. No Nordeste, moradores de Pernambuco, Bahia e da Paraíba ainda enfrentam filas e muitas dificuldades.

Número de pessoas feridas por agulhas no São João de Campina aumenta para 29

João Pessoa está entre as capitais mais afetadas. Nos depósitos e pontos de revenda, consumidores continuam formando longas filas, com o objetivo de adquirir um botijão.

Em entrevista ao Portal T5, o presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás da Paraíba (Sinregás-PB) disse que a normalização do serviço deve acontecer apenas no final do mês de junho. “Com o aumento da demanda que estamos tendo, deveriam chegar diariamente cerca de 25 mil botijões no estado. Hoje, por exemplo, só está chegando cerca de 10 mil botijões”, informou. O principal fornecedor de gás de cozinha à Paraíba é o Porto de Suape, no estado vizinho de Pernambuco.

O percentual corresponde a 40% do volume normal. Ainda segundo Marcos, trata-se de uma situação delicada, mas “é preciso que a população tenha calma”, completou.

Leia mais: Motorista perde controle e ônibus derruba poste e árvore em João Pessoa

+ Descoberta parte do espermatozoide responsável pela infertilidade