Paraíba, domingo, 19 de agosto de 2018
29° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Pesquisadores paraibanos usam realidade virtual para alertar sobre glaucoma; veja

Os óculos simulam como é a visão de uma pessoa que tem a doença

Por Carlos Rocha

23h00

Com a ajuda da realidade virtual um grupo de pesquisadores paraibano alertam sobre a importância do diagnóstico precoce do glaucoma. Os sintomas principais são dor de cabeça, dor nos olhos e visão embaçada. Segundo a organização brasileira de oftalmologia, o glaucoma atinge mais de 70.000 paraibanos.

"É uma doença silenciosa atualmente ela é definida como uma neuropatia óptica progressiva que afeta exatamente o nervo óptico que é o nervo responsável pela visão do nosso olho", descreveu a Oftalmologista Aganeide Palitot.

Ela é diagnosticada através do exame de rotina, com o oftalmologista. Um fator  muito importante que é identificação da doença seja feita de maneira precoce.

Comandado pela professora e médica Aganeide Palitot, um projeto de extensão do Centro de Ciências Médicas da UFPB, tem utilizado a tecnologia virtual para esclarecer os pessoenses sobre o glaucoma. Os óculos simulam como é a visão de uma pessoa que tem a doença.

"O objetivo dos óculos de realidade virtual é poder mostrar às pessoas como é ter o glaucoma. A gente acredita que quando a gente se coloca no lugar de um paciente, portador de glaucoma, através de uma realidade virtual, você pode entender mais a importância da prevenção dessa doença", disse o pesquisador Paulo Roberto Magalhães.

A repórter Amy Nascimento foi conhecer uma pouco mais sobre o projeto. Confira: