Paraíba, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018
27° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Aplicativo de celular é criado para monitorar condenados na justiça, na Paraíba

A ferramenta começou a ser utilizada na última semana, em duas cidades do estado.

Por Redação Portal T5

09h54 - Atualizado 17/04/2018 às 09h58

Um aplicativo de celular foi criado para monitorar o cumprimento de pena de condenados pela justiça na Paraíba. O ‘Fiscal PB’ acompanhar o cumprimento de pena de reeducandos dos regimes aberto, semiaberto, em condicional ou prisão domiciliar, nas cidades de Água Branca e Princesa Isabel, no Sertão.

Segundo o juiz Pedro Davi Alves Vasconcelos, que criou o aplicativo, o programa armazena informações dos apenados, de forma que os policiais podem identificá-los e tomar providências cabíveis, caso haja irregularidades.

O juiz revelou que a falta de fiscalização e de estrutura foi o que motivou o desenvolvimento do aplicativo. “Não há, principalmente nas comarcas do interior, uma estrutura para a fiscalização adequada da situação dos presos que progrediram de regime. Agora, quando o policial está numa ronda e encontra um reeducando, pode checar os dados no aplicativo e verificar se ele está cumprindo a pena, visto que alguns tem horário para se recolher ou estão proibidos de frequentar determinados locais, por exemplo”, salientou o magistrado.

O magistrado explicou que faz o cadastramento dos dados no sistema e que esta tarefa vai ser estendida aos servidores. Por enquanto, há cerca de 30 reeducandos cadastrados.

O magistrado informou, também, que o aplicativo é gratuito e restrito aos policiais. “Embora não seja uma ferramenta oficial, vem dar um importante suporte à atuação da Polícia”, argumentou.